Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Prefeitura exonera diretor que prendeu jovem em cela de abrigo

A punição ocorreu um dia após o Conselho Tutelar flagrar um adolescente de 16 anos dentro de uma cela do abrigo como se fosse um presidiário


Luciano Cavenagui
Do Diário do Grande ABC

19/06/2008 | 07:05


A Prefeitura de Mauá exonerou ontem o diretor Aldo de Souza, que comandava a instituição para menores em situação de risco Casa Abrigo. A punição ocorreu um dia após o Conselho Tutelar flagrar um adolescente de 16 anos dentro de uma cela do abrigo como se fosse um presidiário. O caso foi revelado ontem pelo Diário.

A secretária de Assistência Social, Silvia Regina Prin Grecco, conversou com o adolescente. "Ele confirmou tudo o que ocorreu. Fiquei chocada com a situação. A exoneração era o mínimo que poderia ser feito", afirmou. O diretor Souza era funcionário comissionado.

A juíza da Vara da Infância e Juventude, Carolina Bertholazzi, e a promotora da área, Laurani Assis de Figueiredo, informaram ontem que foram instaurados inquéritos civil e criminal na Promotoria para apurar o que houve.

Procurado ontem pela reportagem, o diretor não quis dar declarações.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Prefeitura exonera diretor que prendeu jovem em cela de abrigo

A punição ocorreu um dia após o Conselho Tutelar flagrar um adolescente de 16 anos dentro de uma cela do abrigo como se fosse um presidiário

Luciano Cavenagui
Do Diário do Grande ABC

19/06/2008 | 07:05


A Prefeitura de Mauá exonerou ontem o diretor Aldo de Souza, que comandava a instituição para menores em situação de risco Casa Abrigo. A punição ocorreu um dia após o Conselho Tutelar flagrar um adolescente de 16 anos dentro de uma cela do abrigo como se fosse um presidiário. O caso foi revelado ontem pelo Diário.

A secretária de Assistência Social, Silvia Regina Prin Grecco, conversou com o adolescente. "Ele confirmou tudo o que ocorreu. Fiquei chocada com a situação. A exoneração era o mínimo que poderia ser feito", afirmou. O diretor Souza era funcionário comissionado.

A juíza da Vara da Infância e Juventude, Carolina Bertholazzi, e a promotora da área, Laurani Assis de Figueiredo, informaram ontem que foram instaurados inquéritos civil e criminal na Promotoria para apurar o que houve.

Procurado ontem pela reportagem, o diretor não quis dar declarações.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;