Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Um mês de teatro grátis


Natane Tamasauskas
Do Diário do Grande ABC

09/05/2008 | 07:03


Com a idéia de aproveitar espaços públicos durante a noite, o grupo Movimento Cultural Teatral e de Artes (MCTA), de São Caetano, apoiado pela Prefeitura e pela Fundação das Artes, criou o projeto Maio Teatral. A partir deste final de semana, o Bosque do Povo receberá espetáculos de grupos da cidade, todos com entrada franca.

"Nós já fizemos peças dentro de supermercados, banco e em escadaria de igreja", relembra Carlinhos Lira, fundador e coordenador geral do MCTA, que comemora, em 2008, 32 anos de existência. "O que a gente quer agora é levar esses espetáculos para perto de quem tem pouco acesso à cultura". Além do pessoal do bairro São José, onde fica o parque, o grupo pretende atender aos moradores dos bairros paulistanos próximos à região.

ATRAÇÕES
Maio Teatral começa com Cante Para eu Dormir, criada em 1999 pelo próprio grupo e vencedora de festivais brasileiros. "Cante fala sobre um tema universal, um problema muito sério: o alcoolismo", conta Carlinhos Lira.

A história fala do atormentado relacionamento entre pai e filho. Os protagonistas são Nogara, interpretado por Carlinhos, alcoólatra e impotente por estar preso a uma cadeira de rodas, e Aragon, o filho que se vê obrigado a suportar as provocações de seu pai. Quem dá vida a Aragon é Érike Busoni, fundador de outra companhia do município, o Matilde.
Nos dias 17 e 18 de maio, será encenada Os Meninos do Brasil, uma co-produção entre o MCTA e a comunidade Heliópolis.

A peça retrata os sonhos e desencantos de um grupo de jovens que vive às margens da sociedade. Entre os temas abordados, estão violência policial, corrupção, sexo e drogas, realidades vividas por meninos e meninas de rua.

No final de semana seguinte, dias 24 e 25, o parque recebe a montagem do grupo Matilde, Terra. O espetáculo, em cartaz no ano passado no Teatro Fábrica, em São Paulo, tem como pano de fundo a saga de um jovem viajante que decide sair de seu lugar para conhecer o mundo que o cerca. Passando por várias cidades, a trajetória conta um pouco da história da América Latina.

Nos dias 31 de maio e 1º de junho será apresentada a peça Canta Patativa, Canta Sertão, produção mais recente do Movimento Cultural Teatral e de Artes.

A trama tem como tema o sertanejo, o cangaceiro e a realidade do sertão. O espetáculo retrata o sofrimento, as dificuldades, os sonhos e as idas e vindas dos nordestinos em suas migrações.

Maio Teatral - Série de espetáculos. Estréia amanhã com Cante para eu Dormir. Sábados e domingos, às 20h. No Parque Municipal Dr. José Alves dos Reis (Bosque do Povo) - Estrada das Lágrimas, 320. Entrada franca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Um mês de teatro grátis

Natane Tamasauskas
Do Diário do Grande ABC

09/05/2008 | 07:03


Com a idéia de aproveitar espaços públicos durante a noite, o grupo Movimento Cultural Teatral e de Artes (MCTA), de São Caetano, apoiado pela Prefeitura e pela Fundação das Artes, criou o projeto Maio Teatral. A partir deste final de semana, o Bosque do Povo receberá espetáculos de grupos da cidade, todos com entrada franca.

"Nós já fizemos peças dentro de supermercados, banco e em escadaria de igreja", relembra Carlinhos Lira, fundador e coordenador geral do MCTA, que comemora, em 2008, 32 anos de existência. "O que a gente quer agora é levar esses espetáculos para perto de quem tem pouco acesso à cultura". Além do pessoal do bairro São José, onde fica o parque, o grupo pretende atender aos moradores dos bairros paulistanos próximos à região.

ATRAÇÕES
Maio Teatral começa com Cante Para eu Dormir, criada em 1999 pelo próprio grupo e vencedora de festivais brasileiros. "Cante fala sobre um tema universal, um problema muito sério: o alcoolismo", conta Carlinhos Lira.

A história fala do atormentado relacionamento entre pai e filho. Os protagonistas são Nogara, interpretado por Carlinhos, alcoólatra e impotente por estar preso a uma cadeira de rodas, e Aragon, o filho que se vê obrigado a suportar as provocações de seu pai. Quem dá vida a Aragon é Érike Busoni, fundador de outra companhia do município, o Matilde.
Nos dias 17 e 18 de maio, será encenada Os Meninos do Brasil, uma co-produção entre o MCTA e a comunidade Heliópolis.

A peça retrata os sonhos e desencantos de um grupo de jovens que vive às margens da sociedade. Entre os temas abordados, estão violência policial, corrupção, sexo e drogas, realidades vividas por meninos e meninas de rua.

No final de semana seguinte, dias 24 e 25, o parque recebe a montagem do grupo Matilde, Terra. O espetáculo, em cartaz no ano passado no Teatro Fábrica, em São Paulo, tem como pano de fundo a saga de um jovem viajante que decide sair de seu lugar para conhecer o mundo que o cerca. Passando por várias cidades, a trajetória conta um pouco da história da América Latina.

Nos dias 31 de maio e 1º de junho será apresentada a peça Canta Patativa, Canta Sertão, produção mais recente do Movimento Cultural Teatral e de Artes.

A trama tem como tema o sertanejo, o cangaceiro e a realidade do sertão. O espetáculo retrata o sofrimento, as dificuldades, os sonhos e as idas e vindas dos nordestinos em suas migrações.

Maio Teatral - Série de espetáculos. Estréia amanhã com Cante para eu Dormir. Sábados e domingos, às 20h. No Parque Municipal Dr. José Alves dos Reis (Bosque do Povo) - Estrada das Lágrimas, 320. Entrada franca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;