Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Nairo Ferreira lança filha a vereadora

Márcia atua na área de prevenção em Saúde Bucal nas escolas municipais


Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

28/07/2012 | 07:09


Presidente da AD São Caetano há 16 anos e filiado ao PTB há duas décadas, Nairo Ferreira de Souza volta a ganhar destaque no cenário político. Mas, desta vez, é para acompanhar sua filha, a dentista concursada da Prefeitura Márcia Ferreira (PTB), 39 anos, em corpo a corpo pelas ruas de São Caetano, que tenta pela primeira vez conquistar uma cadeira na Câmara.

Márcia, que atua na área de prevenção em Saúde Bucal nas escolas municipais, reconheceu que a experiência política do pai, que já foi secretário de Esportes, é importante na formulação de suas propostas. "Sempre acompanhei meu pai nessa área, desde a gestão do ex-prefeito Luiz Tortorello. E agora aceitei o convite para disputar a eleição para vereador porque acho que posso dar minha contribuição", afirmou a profissional. "Consigo perceber o quanto meu pai é conhecido e respeitado na cidade. Isso para mim é um orgulho."

Para ela, o fato de o nome governista para o Palácio da Cerâmica ser de uma mulher - a médica Regina Maura Zetone (PTB) - pode estimular ainda mais o voto feminino. "Faz oito anos que a Câmara não tem uma vereadora, apesar de a maioria do eleitorado ser do sexo feminino. Com a Regina, essa ideia de conservadorismo do morador de São Caetano começa a mudar, principalmente em relação ao jovem", explica.

Nairo, que no ano passado chegou a pleitear a vaga de prefeiturável pela sigla, afirmou que dificilmente irá disputar cargo eletivo no futuro. "A política sempre me envolveu muito. Admito que sempre tive aquela sensação de que um dia seria o prefeito, mas acabou sendo escolhido o Auricchio na ocasião. E como sou uma pessoa de grupo, sempre trabalhei para o sucesso da administração. Agora, passo essa experiência para minha filha", concluiu o dirigente da AD São Caetano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nairo Ferreira lança filha a vereadora

Márcia atua na área de prevenção em Saúde Bucal nas escolas municipais

Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

28/07/2012 | 07:09


Presidente da AD São Caetano há 16 anos e filiado ao PTB há duas décadas, Nairo Ferreira de Souza volta a ganhar destaque no cenário político. Mas, desta vez, é para acompanhar sua filha, a dentista concursada da Prefeitura Márcia Ferreira (PTB), 39 anos, em corpo a corpo pelas ruas de São Caetano, que tenta pela primeira vez conquistar uma cadeira na Câmara.

Márcia, que atua na área de prevenção em Saúde Bucal nas escolas municipais, reconheceu que a experiência política do pai, que já foi secretário de Esportes, é importante na formulação de suas propostas. "Sempre acompanhei meu pai nessa área, desde a gestão do ex-prefeito Luiz Tortorello. E agora aceitei o convite para disputar a eleição para vereador porque acho que posso dar minha contribuição", afirmou a profissional. "Consigo perceber o quanto meu pai é conhecido e respeitado na cidade. Isso para mim é um orgulho."

Para ela, o fato de o nome governista para o Palácio da Cerâmica ser de uma mulher - a médica Regina Maura Zetone (PTB) - pode estimular ainda mais o voto feminino. "Faz oito anos que a Câmara não tem uma vereadora, apesar de a maioria do eleitorado ser do sexo feminino. Com a Regina, essa ideia de conservadorismo do morador de São Caetano começa a mudar, principalmente em relação ao jovem", explica.

Nairo, que no ano passado chegou a pleitear a vaga de prefeiturável pela sigla, afirmou que dificilmente irá disputar cargo eletivo no futuro. "A política sempre me envolveu muito. Admito que sempre tive aquela sensação de que um dia seria o prefeito, mas acabou sendo escolhido o Auricchio na ocasião. E como sou uma pessoa de grupo, sempre trabalhei para o sucesso da administração. Agora, passo essa experiência para minha filha", concluiu o dirigente da AD São Caetano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;