Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Intersecção trágica

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Thiago Mariano
Do Diário do Grande ABC

28/07/2012 | 07:11


Para falar da tragédia, refletir sem deixar de afetar-se por ela, tocar-se com a sua beleza, o grupo Repertório Artes Cênicas e Cia, do Espírito Santo, criou 'Bernarda, Por Detrás das Paredes', colagem de 'A Casa de Bernarda Alba', de Federíco García Lorca, com 'Arte Poética', do filósofo grego Aristóteles. A peça, em intercâmbio promovido pela própria companhia, tem exibição hoje e amanhã na sede da Cia do Nó, em Santo André.

Preservando a narrativa e o enredo de Lorca - da história que conta sobre uma mulher que enclausura suas cinco filhas em casa ao decretar luto pela morte do marido -, o grupo brinca com a forma. Aristóteles surge em alguns momentos para estabelecer diálogo entre o drama vivido na história e sua visão da estrutura poética.

"A gente pontua isso dentro do texto, a narrativa do que pode e vai acontecer com as personagens. Nos entreatos e momentos de conflitos usamos algumas brincadeiras. Enquanto ele defende que a forma deve ser contínua para alcançar a catarse, utilizamos ela para que isso não aconteça", conta a diretora Nieve Matos, que considera a adaptação uma reflexão do "envolver-se com a tragédia".

Metalinguístico, o texto também discute sobre o fazer teatral. Com dois atores em cena,revezando-se entre todos os personagens, o projeto ganhou traços diferentes do esboço original.

"A princípio queríamos trabalhar com mais textos do Lorca e conseguimos apoio através de uma lei municipal. Mas, como a verba nunca é suficiente, tivemos que reduzir o processo e surgiu essa leitura da obra."

Em um flerte com o hibridismo, música e dança fazem parte da montagem. Inspirado pela Espanha de Lorca, o grupo traduziu o jogo cênico em uma arena de touro onde os movimentos da tourada versam sobre as tragédias de Bernarda, do teatro e a dos homens e das mulheres.

Bernarda, Por Detrás da Parede - Teatro. Na Cia do Nó - Rua Regente Feijó, 359A, Vila Assunção, Santo André. Tel.: 4436-4275. Hoje e amanhã, às 20h. Ingr.: R$ 20.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Intersecção trágica

Thiago Mariano
Do Diário do Grande ABC

28/07/2012 | 07:11


Para falar da tragédia, refletir sem deixar de afetar-se por ela, tocar-se com a sua beleza, o grupo Repertório Artes Cênicas e Cia, do Espírito Santo, criou 'Bernarda, Por Detrás das Paredes', colagem de 'A Casa de Bernarda Alba', de Federíco García Lorca, com 'Arte Poética', do filósofo grego Aristóteles. A peça, em intercâmbio promovido pela própria companhia, tem exibição hoje e amanhã na sede da Cia do Nó, em Santo André.

Preservando a narrativa e o enredo de Lorca - da história que conta sobre uma mulher que enclausura suas cinco filhas em casa ao decretar luto pela morte do marido -, o grupo brinca com a forma. Aristóteles surge em alguns momentos para estabelecer diálogo entre o drama vivido na história e sua visão da estrutura poética.

"A gente pontua isso dentro do texto, a narrativa do que pode e vai acontecer com as personagens. Nos entreatos e momentos de conflitos usamos algumas brincadeiras. Enquanto ele defende que a forma deve ser contínua para alcançar a catarse, utilizamos ela para que isso não aconteça", conta a diretora Nieve Matos, que considera a adaptação uma reflexão do "envolver-se com a tragédia".

Metalinguístico, o texto também discute sobre o fazer teatral. Com dois atores em cena,revezando-se entre todos os personagens, o projeto ganhou traços diferentes do esboço original.

"A princípio queríamos trabalhar com mais textos do Lorca e conseguimos apoio através de uma lei municipal. Mas, como a verba nunca é suficiente, tivemos que reduzir o processo e surgiu essa leitura da obra."

Em um flerte com o hibridismo, música e dança fazem parte da montagem. Inspirado pela Espanha de Lorca, o grupo traduziu o jogo cênico em uma arena de touro onde os movimentos da tourada versam sobre as tragédias de Bernarda, do teatro e a dos homens e das mulheres.

Bernarda, Por Detrás da Parede - Teatro. Na Cia do Nó - Rua Regente Feijó, 359A, Vila Assunção, Santo André. Tel.: 4436-4275. Hoje e amanhã, às 20h. Ingr.: R$ 20.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;