Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

França: deputados aprovam corte no salário de Hollande



20/07/2012 | 00:40


A Assembleia Nacional da França votou nesta quinta-feira pela redução dos salários do presidente François Hollande e do primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault em 30%, como parte de uma série de medidas para cortar o orçamento.

Os deputados endossaram uma das primeiras decisões tomadas por Hollande que, ao tomar o poder, em maio, determinou a redução do seu salário e do seu primeiro-ministro para ? 14.910 mensais, ante ? 21.300. Os ministros de Estado também terão seus vencimentos reduzidos em 30%, para ? 9,940 por mês.

No começo do dia, os parlamentares apoiaram uma série de outras medidas abolindo incentivos fiscais e tributando os franceses mais ricos. As medidas fazem parte da lei do orçamento apresentada pela governo socialista de Hollande. (Dow Jones)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

França: deputados aprovam corte no salário de Hollande


20/07/2012 | 00:40


A Assembleia Nacional da França votou nesta quinta-feira pela redução dos salários do presidente François Hollande e do primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault em 30%, como parte de uma série de medidas para cortar o orçamento.

Os deputados endossaram uma das primeiras decisões tomadas por Hollande que, ao tomar o poder, em maio, determinou a redução do seu salário e do seu primeiro-ministro para ? 14.910 mensais, ante ? 21.300. Os ministros de Estado também terão seus vencimentos reduzidos em 30%, para ? 9,940 por mês.

No começo do dia, os parlamentares apoiaram uma série de outras medidas abolindo incentivos fiscais e tributando os franceses mais ricos. As medidas fazem parte da lei do orçamento apresentada pela governo socialista de Hollande. (Dow Jones)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;