Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Cuidados no verão

Durante o verão, as temperaturas ficam mais altas e os dias são mais longos, causando mudanças no meio ambiente


Leo Kahn

05/11/2009 | 00:00


Durante o verão, as temperaturas ficam mais altas e os dias são mais longos, causando mudanças no meio ambiente e, para se adaptar à nova situação, o corpo humano aumenta a transpiração para conseguir manter sua temperatura, levando à perda de água e sais que, se não repostos adequadamente, podem levar à desidratação.
Com o calor, os passeios à praia, piscinas e parques são mais frequentes, o que significa maior cuidado em relação ao sol, alimentação, vestuário e acidentes. As crianças são mais sensíveis aos raios solares do que os adultos, por isso é preciso adotar medidas especiais.
O excesso de exposição ao sol pode causar danos à pele, além de contribuir para doenças mais sérias, como o câncer de pele, envelhecimento precoce, danos à retina e ao cristalino o que facilita o aparecimento de catarata etc.
Com o aumento da sudorese, as roupas devem ser de algodão, finas, folgadas e claras de modo a permitir uma maior ventilação, facilitando a evaporação do suor; as roupas íntimas também devem ser de algodão. Na praia, sungas e biquínis são os trajes ideais, porém devem ser retirados assim que possível, pois a roupa molhada, após sair da praia, favorece o surgimento de micoses da pele. Não deixe as crianças pequenas sem roupa; o contato com a areia ou cadeira suja pode trazer problemas de pele e no trato geniturinário.
A alimentação no calor deve ter muito líquido e frutas. Nada de comidas pesadas e frituras. Devem-se ingerir pelo menos dois litros de água, sucos, chás, água de coco. Inclua saladas bem coloridas na dieta. Frutas e legumes, ricos em caroteno e em vitaminas, deixam a pele mais protegida contra os raios solares.
Muitas crianças sentem atração pelo mar, por isso podem dar mais trabalho na praia. Para evitar sustos, tente colocar uma piscininha com água perto de você, de preferência sob o guarda-sol. As crianças devem sempre usar boias e coletes salva-vidas quando entrarem no mar ou piscina e sempre devem estar acompanhadas por um adulto. Não deixe as crianças sozinhas perto da água, principalmente as menores. Como imprevistos acontecem, assim que chegar mostre algum sinal através do qual possam localizar você, como o letreiro da barraca ou a cor de seu sombreiro.
Deve-se tomar cuidado também com os insetos, que são muito comuns nessa época do ano. Não deixe nada que acumule água no quintal e use sempre repelente.

SAIBA MAIS
Não use filtro solar em bebês com menos de seis meses de idade e mantenha-os na sombra.
Evite o sol entre 10h e 16h, quando a radiação solar é mais intensa.
Proteja a criança com chapéus e roupas.
Os melhores filtros solares para crianças são os de fator de proteção solar 30 (FPS 30) ou maior, também chamados de bloqueadores solares. O ideal é aplicar 30 minutos antes da exposição; reaplique o filtro solar a cada duas horas.
Não manuseie limão e laranja em contato com o sol, pois eles contêm substâncias que provocam queimaduras com bolhas e manchas. Após ter contato com algum desses alimentos, lave bem as mãos e a boca antes de se expor ao sol.
Exercícios na praia são uma prática muito saudável, mas comece devagar, sem exageros, e faça alongamento antes, pois a areia fofa pode provocar lesões.
Ao andar descalço na praia, cuidado com a areia quente e também com as doenças provocadas por larvas ou fungos que se escondem na areia; use um chinelo leve e confortável.
Se você não conhece a praia, não nade onde o nível da água ultrapasse a altura do peito, para não ficar à mercê da ação das correntes. Sempre respeite o mar e não ultrapasse seus limites.
Alguns remédios fazem com que a pele fique mais sensível ao sol. Quando o pediatra prescrever alguma medicação, pergunte se o sol deve ser evitado.
Não se engane com dias nublados. Os raios solares perigosos atravessam as nuvens e a neblina.
Cuidado com a luz refletida. A luz do sol reflete na areia, no concreto e na água, atingindo a pele, mesmo na sombra.
Evite bebida com cafeína, álcool ou muito açúcar.
Use chapéu ou boné quando sair ao sol; também não se esqueça dos óculos escuros com proteção ultravioleta total para evitar queimaduras da córnea e da retina.
Tenha cuidado ainda maior com bebês e crianças, maiores de 65 anos e pessoas doentes - especialmente cardíacos ou com pressão alta.
Para manter a pele saudável, é importante ingerir alimentos ricos em vitamina C , que tenham propriedades antioxidantes, que pode ser encontrado em frutas como acerola, kiwi, laranja, limão, maracujá e morango e vegetais verde-escuros, como agrião, brócolis, couve, espinafre e rúcula.
O cuidado com o preparo e conservação dos alimentos, principalmente vegetais e carnes, também é ainda mais importante no verão devido ao calor. É importante que sejam mantidos sob refrigeração e bem acondicionados em recipientes próprios.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;