Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Democratas-cristãos deixam o governo de Berlusconi


Da AFP

15/04/2005 | 08:38


Os democratas-cristãos italianos da UDC anunciaram nesta sexta-feira que não pertencem mais ao governo de Silvio Berlusconi, apesar de continuarem apoiando a coligação de centro-direita atualmente no poder. A informação foi dada pelo presidente do partido, Rocco Buttiglione.

"A direção nacional da UDC aprovou um documento sobre a retirada de sua delegação do governo", declarou Buttiglione, que também ocupa a pasta para Assuntos Europeus. Esta decisão abre uma grave crise no Executivo italiano e pode provocar eleições antecipadas.

No entanto, a decisão da UDC de seguir apoiando Berlusconi no Parlamento evita a dissolução direta do governo. O governo de centro-direita sofreu uma severa derrota nas eleições regionais realizadas no início deste mês.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Democratas-cristãos deixam o governo de Berlusconi

Da AFP

15/04/2005 | 08:38


Os democratas-cristãos italianos da UDC anunciaram nesta sexta-feira que não pertencem mais ao governo de Silvio Berlusconi, apesar de continuarem apoiando a coligação de centro-direita atualmente no poder. A informação foi dada pelo presidente do partido, Rocco Buttiglione.

"A direção nacional da UDC aprovou um documento sobre a retirada de sua delegação do governo", declarou Buttiglione, que também ocupa a pasta para Assuntos Europeus. Esta decisão abre uma grave crise no Executivo italiano e pode provocar eleições antecipadas.

No entanto, a decisão da UDC de seguir apoiando Berlusconi no Parlamento evita a dissolução direta do governo. O governo de centro-direita sofreu uma severa derrota nas eleições regionais realizadas no início deste mês.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;