Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Preço da cesta básica cai 1% no Grande ABC

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

24/12/2010 | 07:20


O custo da cesta básica no Grande ABC apresentou queda de 1% nesta semana, de acordo com a pesquisa feita pela Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André). O valor médio da cesta passou para R$ 364,25, diminuição de R$ 3,67 em relação ao levantamento anterior.

Foi a terceira semana consecutiva de retração, depois de forte movimento de alta em novembro. Os principais responsáveis por terem puxado para baixo o custo da cesta foram o café (variação negativa de 21,13%), o creme dental (-11,56%), o extrato de tomate (-10,62%) e o açúcar refinado (-10,39%).

Três outros produtos importantes na mesa dos brasileiros, a carne de primeira (cortes traseiros), o feijão e o pãozinho francês, também tiveram redução: de 3,74%, 1,73% e 1,42%, respectivamente.

A carne de primeira, que vinha em alta até fim de novembro - chegou a R$ 19,30 o quilo e agora está em R$ 16,94 -, nas duas últimas semanas vem recuando. "Essa é uma boa notícia, pois era de se esperar que continuasse em alta (por causa da demanda elevada no fim do ano)", afirmou o engenheiro agrônomo Fábio Vezzá De Benedetto, que é analista da pesquisa da Craisa.

EM ALTA - A queda no custo da cesta só não foi maior devido ao comportamento de preços de hortifrutigranjeiros, como o tomate (48,66% de alta), a batata (34%), a banana (7,22%) e a laranja (1,31%). Benedetto cita que o reajuste das frutas, por exemplo, já era esperado, já que a procura sempre cresce nesta época, para as mesas de Natal e Ano-Novo.

COMPARAÇÃO - O engenheiro agrônomo orienta os consumidores a pesquisarem bastante. Isso porque há grande variação de preços de um estabelecimento para outro nos sete municípios. Ele cita que há produtos em que a variação ultrapassa 100% entre os supermercados pesquisados. É o caso da cebola, que pode ser encontrada nesta semana por preço que varia de R$ 0,34 até R$ 1,78 o quilo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Preço da cesta básica cai 1% no Grande ABC

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

24/12/2010 | 07:20


O custo da cesta básica no Grande ABC apresentou queda de 1% nesta semana, de acordo com a pesquisa feita pela Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André). O valor médio da cesta passou para R$ 364,25, diminuição de R$ 3,67 em relação ao levantamento anterior.

Foi a terceira semana consecutiva de retração, depois de forte movimento de alta em novembro. Os principais responsáveis por terem puxado para baixo o custo da cesta foram o café (variação negativa de 21,13%), o creme dental (-11,56%), o extrato de tomate (-10,62%) e o açúcar refinado (-10,39%).

Três outros produtos importantes na mesa dos brasileiros, a carne de primeira (cortes traseiros), o feijão e o pãozinho francês, também tiveram redução: de 3,74%, 1,73% e 1,42%, respectivamente.

A carne de primeira, que vinha em alta até fim de novembro - chegou a R$ 19,30 o quilo e agora está em R$ 16,94 -, nas duas últimas semanas vem recuando. "Essa é uma boa notícia, pois era de se esperar que continuasse em alta (por causa da demanda elevada no fim do ano)", afirmou o engenheiro agrônomo Fábio Vezzá De Benedetto, que é analista da pesquisa da Craisa.

EM ALTA - A queda no custo da cesta só não foi maior devido ao comportamento de preços de hortifrutigranjeiros, como o tomate (48,66% de alta), a batata (34%), a banana (7,22%) e a laranja (1,31%). Benedetto cita que o reajuste das frutas, por exemplo, já era esperado, já que a procura sempre cresce nesta época, para as mesas de Natal e Ano-Novo.

COMPARAÇÃO - O engenheiro agrônomo orienta os consumidores a pesquisarem bastante. Isso porque há grande variação de preços de um estabelecimento para outro nos sete municípios. Ele cita que há produtos em que a variação ultrapassa 100% entre os supermercados pesquisados. É o caso da cebola, que pode ser encontrada nesta semana por preço que varia de R$ 0,34 até R$ 1,78 o quilo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;