Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ronaldinho Gaúcho evita polêmica sobre oferta do Leeds


Do Diário do Grande ABC

26/02/2000 | 13:41


O atacante Ronaldinho, do Grêmio evitou, neste sábado, comentários sobre a polêmica que envolveu a oferta de US$ 80 milhoes por seu passe após retornar à capital gaúcha, depois de jogar com a Seleçao Brasileira na Tailândia. "Eu estava muito longe do Brasil, é difícil fazer contato", esquivou-se. Ronaldinho disse que quer ficar no Grêmio e cumprir seu contrato com o clube, que terminará em fevereiro de 2001.

A oferta pelo passe, considerada um recorde neste tipo de transaçao, foi enviada ao clube gaúcho pela Global Transfer, empresa alema que negocia jogadores, e representaria o clube inglês Leeds United. A negociaçao teve vários desdobramentos. Na última sexta-feira, o Grêmio decidiu apresentar à imprensa as correspondências que tinha recebido por fax da Global nos dias 15, 16 e 21 de fevereiro. A segunda delas continha a proposta de US$ 80 milhoes.

No domingo passado, o Leeds havia negado a oferta, um dia depois que ela tinha sido confirmada pelo Grêmio. Quando confirmou as negociaçoes, contudo, o Grêmio nao tinha deixado explícito que elas foram promovidas por um agente intermediário, o que só seria esclarecido posteriormente.

No mesmo dia em que o Leeds desmentia o fato na Inglaterra, o Grêmio reunia-se com a família do jogador para discutir a oferta e saber da disposiçao do atacante em ficar no estádio Olímpico. Depois disso, durante a semana, o presidente do clube, José Alberto Guerreio, concedeu entrevista para dizer que o Grêmio nao venderia Ronaldinho e tentaria antecipar a renovaçao de seu contrato.

"O Grêmio comprovou que tudo o que ele disse era verdade", observou neste sábado o vice-presidente de futebol, Antônio Vicente Martins. "O Leeds nao negou que fez a proposta, mas sim os valores envolvidos", afirmou o dirigente.

Procurando demonstrar que ficou alheio à polêmica, Ronaldinho fez apenas um comentário sobre o valor anunciado, de US$ 80 milhoes. "Qualquer um ficaria bobo parando para pensar (na cifra), eu procuro nao pensar", declarou em entrevista coletiva no estádio Olímpico. O atacante disse que deverá discutir sua renovaçao após o término do contrato. "Os jogadores sempre esperam acabar para conversar novamente", observou, sem contudo descartar esta hipótese. Se esperar por isso, o Grêmio corre risco de ter de dar passe livre a Ronaldinho, por causa dos efeitos de dispositivo da Lei Pelé. "Ninguém sabe o que vai acontecer, se o jogador vai ter passe livre ou nao", completou.

O jogador disse que "qualquer um" gostaria de receber US$ 180 mil mensais, comentando especulaçoes de que o Grêmio lhe faria esta proposta para renovar com o clube.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ronaldinho Gaúcho evita polêmica sobre oferta do Leeds

Do Diário do Grande ABC

26/02/2000 | 13:41


O atacante Ronaldinho, do Grêmio evitou, neste sábado, comentários sobre a polêmica que envolveu a oferta de US$ 80 milhoes por seu passe após retornar à capital gaúcha, depois de jogar com a Seleçao Brasileira na Tailândia. "Eu estava muito longe do Brasil, é difícil fazer contato", esquivou-se. Ronaldinho disse que quer ficar no Grêmio e cumprir seu contrato com o clube, que terminará em fevereiro de 2001.

A oferta pelo passe, considerada um recorde neste tipo de transaçao, foi enviada ao clube gaúcho pela Global Transfer, empresa alema que negocia jogadores, e representaria o clube inglês Leeds United. A negociaçao teve vários desdobramentos. Na última sexta-feira, o Grêmio decidiu apresentar à imprensa as correspondências que tinha recebido por fax da Global nos dias 15, 16 e 21 de fevereiro. A segunda delas continha a proposta de US$ 80 milhoes.

No domingo passado, o Leeds havia negado a oferta, um dia depois que ela tinha sido confirmada pelo Grêmio. Quando confirmou as negociaçoes, contudo, o Grêmio nao tinha deixado explícito que elas foram promovidas por um agente intermediário, o que só seria esclarecido posteriormente.

No mesmo dia em que o Leeds desmentia o fato na Inglaterra, o Grêmio reunia-se com a família do jogador para discutir a oferta e saber da disposiçao do atacante em ficar no estádio Olímpico. Depois disso, durante a semana, o presidente do clube, José Alberto Guerreio, concedeu entrevista para dizer que o Grêmio nao venderia Ronaldinho e tentaria antecipar a renovaçao de seu contrato.

"O Grêmio comprovou que tudo o que ele disse era verdade", observou neste sábado o vice-presidente de futebol, Antônio Vicente Martins. "O Leeds nao negou que fez a proposta, mas sim os valores envolvidos", afirmou o dirigente.

Procurando demonstrar que ficou alheio à polêmica, Ronaldinho fez apenas um comentário sobre o valor anunciado, de US$ 80 milhoes. "Qualquer um ficaria bobo parando para pensar (na cifra), eu procuro nao pensar", declarou em entrevista coletiva no estádio Olímpico. O atacante disse que deverá discutir sua renovaçao após o término do contrato. "Os jogadores sempre esperam acabar para conversar novamente", observou, sem contudo descartar esta hipótese. Se esperar por isso, o Grêmio corre risco de ter de dar passe livre a Ronaldinho, por causa dos efeitos de dispositivo da Lei Pelé. "Ninguém sabe o que vai acontecer, se o jogador vai ter passe livre ou nao", completou.

O jogador disse que "qualquer um" gostaria de receber US$ 180 mil mensais, comentando especulaçoes de que o Grêmio lhe faria esta proposta para renovar com o clube.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;