Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Popularidade de Bush chega a nível mais baixo nos EUA


Do Diário OnLine
Com Agências

29/06/2004 | 11:40


A popularidade do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, continua em queda entre os americanos. Uma pesquisa do jornal NYT (New York Times) e da TV CBS News, divulgada nesta terça-feira, mostra que o apoio ao republicano chegou a seu ponto mais baixo.

Apenas 42% dos americanos aprovam o governo Bush, contra 51% de reprovação. Segundo o NYT, nos últimos 25 anos nenhum presidente com menos de 50% de aprovação num ano eleitoral conseguiu se reeleger — as eleições deste ano nos Estados Unidos acontecem em novembro.

Também aumentou o número de americanos que tem uma opinião negativa sobre o presidente Bush: 45% dos entrevistados rejeitam o republicano. Outros 57% acreditam que os Estados Unidos estão indo no caminho errado.

Sobre o Iraque, 60% dos americanos consideram que a guerra não valeu a pena e 50% desaprovaram toda a política externa do presidente Bush. Para 60%, Bush não é totalmente sincero quando fala da ocupação do país árabe.

Somente 15% dos americanos acreditam que o governo dos Estados Unidos disse a verdade sobre a tortura a presos iraquianos em Abu Ghraib. Apesar disto, 54% dos entrevistados acreditam que seus soldados devem continuar no país árabe "o tempo que for necessário". Outros 40% acham que as tropas devem se retirar "o mais rapidamente possível" do Oriente Médio.

Eleições- Apesar da queda na popularidade de Bush, o candidato democrata à presidência, John Kerry, não melhorou seu desempenho. Ele tem 45% das intenções de votos, contra 44% de Bush.

Com o candidato independente Ralph Nader na disputa, Bush passa para a primeira colocação, com 43% da preferência. Kerry fica com 42% e Nader com 5%. Para 50% dos eleitores, o democrata não tem uma posição clara sobre temas importantes e fala o que acredita que o eleitor quer ouvir.

A pesquisa foi realizada por telefone com 1.053 adultos, entre os dias 23 e 27 de junho. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;