Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

EUA esperam que Brasil seja flexível ao negociar a Alca


Do Diário OnLine
Com AFP

07/11/2003 | 11:41


Os Estados Unidos esperam que a reunião prevista para esta sexta-feira entre seu representante da área de Comércio, Robert Zoellick, e o chanceler brasileiro, Celso Amorim, líderes das negociações envolvendo a Área de Livre Comércio das Américas (Alca), aproxime posições e evite um eventual fracasso.

A reunião será no escritório de Zoellick, um dia antes da miniconferência sobre a Alca convocada pelo governo americano e que será realizada nos arredores de Washington, à qual assistirão 15 ministros dos 34 países americanos que participam do processo de negociação.

Zoellick disse que se esforçará para eliminar as diferenças com Amorim. Os dois países dizem ter vontade de negociar a Alca na data prevista, antes de 1º de janeiro de 2005, mas têm divergências sobre o tipo de acordo desejado.

O maior empecilho é o fato de os Estados Unidos não quererem negociar as regras antidumping e uma parte do tema agrícola - a eliminação dos subsídios à produção - em outro fórum que não seja a Organização Mundial do Comércio (OMC).

Participarão da miniconferência de sábado, além de Brasil e Estados Unidos, ministros da Argentina, Canadá, Colômbia, Chile, El Salvador, Jamaica, México, Panamá, Peru, República Dominicana, Trinidad e Tobago, e Uruguai.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;