Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Irã convida EUA a participar de investigações sobre queda de avião ucraniano



10/01/2020 | 07:39


O Irã convidou o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes dos Estados Unidos (NTSB, na sigla em inglês) para participar da investigação sobre a queda do Boeing 737 ucraniano na terça-feira, 7, após a aeronave ter decolado em Teerã. O NTSB afirmou que "avaliaria seu nível de participação na investigação".

Sob as regras estabelecidas por uma organização de aviação da Organização das Nações Unidas (ONU), o NTSB tem o direito de participar da investigação porque o acidente envolveu uma aeronave que foi projetada e construída nos EUA.

Autoridades norte-americanas, britânicas e canadenses dizem que é "altamente provável" que o avião tenha sido abatido, possivelmente em um acidente, por um míssil iraniano. O NTSB diz que não especulará sobre a causa do acidente, que matou todas as 176 pessoas a bordo. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Irã convida EUA a participar de investigações sobre queda de avião ucraniano


10/01/2020 | 07:39


O Irã convidou o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes dos Estados Unidos (NTSB, na sigla em inglês) para participar da investigação sobre a queda do Boeing 737 ucraniano na terça-feira, 7, após a aeronave ter decolado em Teerã. O NTSB afirmou que "avaliaria seu nível de participação na investigação".

Sob as regras estabelecidas por uma organização de aviação da Organização das Nações Unidas (ONU), o NTSB tem o direito de participar da investigação porque o acidente envolveu uma aeronave que foi projetada e construída nos EUA.

Autoridades norte-americanas, britânicas e canadenses dizem que é "altamente provável" que o avião tenha sido abatido, possivelmente em um acidente, por um míssil iraniano. O NTSB diz que não especulará sobre a causa do acidente, que matou todas as 176 pessoas a bordo. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;