Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Trump eleva tom e promete revidar caso Irã transforme os EUA em alvo

EBC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Irã tem falado de forma ousada em alvejar certos ativos dos Estados Unidos como vingança



05/01/2020 | 06:59


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elevou o tom neste sábado (4) e prometeu revidar firmemente caso o Irã transforme os Estados Unidos em alvo. Segundo o presidente, os EUA já estão com 52 alvos iranianos na mira.

"Deixe isso servir como um aviso de que, se o Irã atingir qualquer americano, ou ativos americanos, temos como alvo 52 áreas no Irã (representando os 52 reféns americanos feitos pelo Irã muitos anos atrás), alguns em um nível muito alto e importantes para o Irã e a cultura dos iranianos", escreveu Trump em sua conta no Twitter. De acordo com o líder norte-americano, esses alvos, e o país, serão atingidos com muita rapidez e força. "Os EUA não querem mais ameaças!", afirmou.

Os dois países entraram em uma grave crise depois que Trump autorizou um ataque que acabou na morte do general Qassim Soleimani, comandante das Forças QUDS, uma unidade especial da Guarda Revolucionária do Irã. Teerã prometeu uma "retaliação severa" à ação norte-americana.

De acordo com Trump, o Irã tem falado de forma ousada em alvejar certos ativos dos Estados Unidos como vingança "por livrarmos o mundo de seu líder terrorista". "Ele (o general) já estava atacando nossa embaixada e se preparando para ataques adicionais em outros locais. O Irã não passa de problemas há muitos anos", escreveu o presidente dos EUA.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trump eleva tom e promete revidar caso Irã transforme os EUA em alvo

Irã tem falado de forma ousada em alvejar certos ativos dos Estados Unidos como vingança


05/01/2020 | 06:59


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elevou o tom neste sábado (4) e prometeu revidar firmemente caso o Irã transforme os Estados Unidos em alvo. Segundo o presidente, os EUA já estão com 52 alvos iranianos na mira.

"Deixe isso servir como um aviso de que, se o Irã atingir qualquer americano, ou ativos americanos, temos como alvo 52 áreas no Irã (representando os 52 reféns americanos feitos pelo Irã muitos anos atrás), alguns em um nível muito alto e importantes para o Irã e a cultura dos iranianos", escreveu Trump em sua conta no Twitter. De acordo com o líder norte-americano, esses alvos, e o país, serão atingidos com muita rapidez e força. "Os EUA não querem mais ameaças!", afirmou.

Os dois países entraram em uma grave crise depois que Trump autorizou um ataque que acabou na morte do general Qassim Soleimani, comandante das Forças QUDS, uma unidade especial da Guarda Revolucionária do Irã. Teerã prometeu uma "retaliação severa" à ação norte-americana.

De acordo com Trump, o Irã tem falado de forma ousada em alvejar certos ativos dos Estados Unidos como vingança "por livrarmos o mundo de seu líder terrorista". "Ele (o general) já estava atacando nossa embaixada e se preparando para ataques adicionais em outros locais. O Irã não passa de problemas há muitos anos", escreveu o presidente dos EUA.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;