Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Morre Arlindo Júnior, cantor do Boi-Bumbá Caprichoso

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


30/12/2019 | 12:56


Morreu na noite deste domingo(29) em Manaus, aos 51 anos o cantor, ex-levantador do Boi-Bumbá Caprichoso e ex-vereador Arlindo Júnior. Ele tinha um câncer de pulmão desde 2016, estava internado desde a última quinta-feira, 26, no Hospital Samel, e teve o quadro de saúde agravado na madrugada do domingo.

O velório acontece nesta segunda-feira, 30, no Centro de Convenções ao lado da Arena da Amazônia em Manaus. Arlindo Júnior deixa esposa e cinco filhos.

Em nota, Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso lamentou a morte do artista. "É difícil escrever algo sobre alguém que esteve sempre ao nosso lado, contagiado com sua alegria, com sua linda história. Arlindo Júnior é a própria história e hoje eterniza sua memória não apenas na constelação azulada, mas no Estado do Amazonas, onde foi reconhecimento pelo trabalho e dedicação à cultura popular.

Com mais de 30 anos dedicados ao Boi-Bumbá, Arlindo Júnior, conhecido como "Pop da Selva" foi um dos principais artistas da cultura amazonense. O cantor conquistou títulos e cantou as toadas clássicas que embalam festas pelo Amazonas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Morre Arlindo Júnior, cantor do Boi-Bumbá Caprichoso


30/12/2019 | 12:56


Morreu na noite deste domingo(29) em Manaus, aos 51 anos o cantor, ex-levantador do Boi-Bumbá Caprichoso e ex-vereador Arlindo Júnior. Ele tinha um câncer de pulmão desde 2016, estava internado desde a última quinta-feira, 26, no Hospital Samel, e teve o quadro de saúde agravado na madrugada do domingo.

O velório acontece nesta segunda-feira, 30, no Centro de Convenções ao lado da Arena da Amazônia em Manaus. Arlindo Júnior deixa esposa e cinco filhos.

Em nota, Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso lamentou a morte do artista. "É difícil escrever algo sobre alguém que esteve sempre ao nosso lado, contagiado com sua alegria, com sua linda história. Arlindo Júnior é a própria história e hoje eterniza sua memória não apenas na constelação azulada, mas no Estado do Amazonas, onde foi reconhecimento pelo trabalho e dedicação à cultura popular.

Com mais de 30 anos dedicados ao Boi-Bumbá, Arlindo Júnior, conhecido como "Pop da Selva" foi um dos principais artistas da cultura amazonense. O cantor conquistou títulos e cantou as toadas clássicas que embalam festas pelo Amazonas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;