Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pelo menos 107 pessoas já morreram em combates no Líbano


Da AFP

04/06/2007 | 08:26


Pelo menos 107 pessoas morreram desde 20 de maio nos combates entre islamitas e o Exército do Líbano, segundo um balanço estabelecido com base em fontes militares e médicas.

Este número é o mais grave nos confrontos internos no país desde o fim da guerra civil libanesa, que afetou a nação de 1975 a 1990.

Dois militares libaneses e dois ativistas do grupo radical Jund al-Sham morreram domingo na entrada do campo de refugiados palestinos de Ain al-Hilweh, sul do Líbano.

Pelo menos 44 militares e 41 combatentes do grupo Fatah al-Islam morreram nos combates ao redor do campo de Nahr al-Bared, norte do país.

Dezessete civis palestinos faleceram em meio aos tiroteios e explosões em Nahr al-Bared.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pelo menos 107 pessoas já morreram em combates no Líbano

Da AFP

04/06/2007 | 08:26


Pelo menos 107 pessoas morreram desde 20 de maio nos combates entre islamitas e o Exército do Líbano, segundo um balanço estabelecido com base em fontes militares e médicas.

Este número é o mais grave nos confrontos internos no país desde o fim da guerra civil libanesa, que afetou a nação de 1975 a 1990.

Dois militares libaneses e dois ativistas do grupo radical Jund al-Sham morreram domingo na entrada do campo de refugiados palestinos de Ain al-Hilweh, sul do Líbano.

Pelo menos 44 militares e 41 combatentes do grupo Fatah al-Islam morreram nos combates ao redor do campo de Nahr al-Bared, norte do país.

Dezessete civis palestinos faleceram em meio aos tiroteios e explosões em Nahr al-Bared.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;