Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Seleção Feminina estreia hoje no Pan de Handebol

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Henrique Munhos
Especial para o Diário

28/06/2011 | 07:25


A Seleção Brasileira Feminina de Handebol inicia hoje, às 20h, a luta por mais um título pan-americano. O adversário da estreia é o México. Todas as partidas do torneio serão disputadas no Ginásio Poliesportivo, em São Bernardo.

A rodada será aberta às 14h, com República Dominicana x Venezuela, depois Chile x Cuba (16h) e Argentina x Uruguai (18h). A entrada é gratuita

O Brasil está no grupo A da competição, que conta com Chile e Cuba, além da seleção mexicana. Os dois primeiros da chave se classificam para as semifinais e se encontrarão com os dois melhores do grupo B, que é formado por Argentina, República Dominicana, Venezuela e Uruguai.

Desde 1997, a Seleção Brasileira conquista o título pan-americano. A exceção ficou por conta da última edição, em que as argentinas foram campeãs. "Está na nossa cabeça uma vingança por 2009. Temos de mostrar para elas (argentinas) que o troféu pan-americano é nosso", afirma o técnico da Seleção, Morten Soubak.

As atletas dizem que estão preparadas para assumir o favoritismo do torneio. "Sabemos que somos o time a ser batido. Porém, precisamos colocar nossa qualidade em prática", afirma a central Tayra.

Na última semana, o time brasileiro realizou três amistosos contra a Suécia. A série terminou com uma vitória para cada lado e um empate. "Foram ótimos jogos. Além dos bons resultados contra a vice-campeã europeia, consegui testar grande parte do grupo e diferentes formações", ressaltou Soubak.

Equipe conta com duas atletas de São Bernardo

A central Tayra e a ponta Dayane, que atuam na Metodista/São Bernardo, irão jogar em casa nesta competição. Elas sobreviveram ao corte de seis atletas feito pelo técnico Morten Soubak no fim de semana.

Nascidas no Grande ABC (Tayra é de São Bernardo e Dayane de Diadema), as jogadoras comemoraram muito a chance de disputar um torneio internacional na região. "Fiquei muito feliz com a convocação. Ter a família e os amigos assistindo é uma motivação a mais", relatou Dayane.

A ponta, 19 anos, é uma das mais novas do time brasileiro. Em compensação, Tayra, 30, é uma das mais experientes. Há dez anos na Seleção, a central elogiou muito o time atual. "O trabalho do técnico é um diferencial positivo. Além disso, este é um grupo que está junto há algum tempo. Essa sequência de trabalho deixa a equipe muito forte."

Apenas quatro jogadoras da Seleção atuam no Brasil. Todo o restante defende times europeus. "Na Europa, o número de jogos é maior e o nível é muito alto. Aqui, o ano acaba em novembro e os jogos recomeçam só em abril", explica Soubak, que elogiou as equipes de Blumenau e da Metodista/São Bernardo. "Esses dois times fazem um baita trabalho, mas não têm grandes adversários", finalizou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Seleção Feminina estreia hoje no Pan de Handebol

Henrique Munhos
Especial para o Diário

28/06/2011 | 07:25


A Seleção Brasileira Feminina de Handebol inicia hoje, às 20h, a luta por mais um título pan-americano. O adversário da estreia é o México. Todas as partidas do torneio serão disputadas no Ginásio Poliesportivo, em São Bernardo.

A rodada será aberta às 14h, com República Dominicana x Venezuela, depois Chile x Cuba (16h) e Argentina x Uruguai (18h). A entrada é gratuita

O Brasil está no grupo A da competição, que conta com Chile e Cuba, além da seleção mexicana. Os dois primeiros da chave se classificam para as semifinais e se encontrarão com os dois melhores do grupo B, que é formado por Argentina, República Dominicana, Venezuela e Uruguai.

Desde 1997, a Seleção Brasileira conquista o título pan-americano. A exceção ficou por conta da última edição, em que as argentinas foram campeãs. "Está na nossa cabeça uma vingança por 2009. Temos de mostrar para elas (argentinas) que o troféu pan-americano é nosso", afirma o técnico da Seleção, Morten Soubak.

As atletas dizem que estão preparadas para assumir o favoritismo do torneio. "Sabemos que somos o time a ser batido. Porém, precisamos colocar nossa qualidade em prática", afirma a central Tayra.

Na última semana, o time brasileiro realizou três amistosos contra a Suécia. A série terminou com uma vitória para cada lado e um empate. "Foram ótimos jogos. Além dos bons resultados contra a vice-campeã europeia, consegui testar grande parte do grupo e diferentes formações", ressaltou Soubak.

Equipe conta com duas atletas de São Bernardo

A central Tayra e a ponta Dayane, que atuam na Metodista/São Bernardo, irão jogar em casa nesta competição. Elas sobreviveram ao corte de seis atletas feito pelo técnico Morten Soubak no fim de semana.

Nascidas no Grande ABC (Tayra é de São Bernardo e Dayane de Diadema), as jogadoras comemoraram muito a chance de disputar um torneio internacional na região. "Fiquei muito feliz com a convocação. Ter a família e os amigos assistindo é uma motivação a mais", relatou Dayane.

A ponta, 19 anos, é uma das mais novas do time brasileiro. Em compensação, Tayra, 30, é uma das mais experientes. Há dez anos na Seleção, a central elogiou muito o time atual. "O trabalho do técnico é um diferencial positivo. Além disso, este é um grupo que está junto há algum tempo. Essa sequência de trabalho deixa a equipe muito forte."

Apenas quatro jogadoras da Seleção atuam no Brasil. Todo o restante defende times europeus. "Na Europa, o número de jogos é maior e o nível é muito alto. Aqui, o ano acaba em novembro e os jogos recomeçam só em abril", explica Soubak, que elogiou as equipes de Blumenau e da Metodista/São Bernardo. "Esses dois times fazem um baita trabalho, mas não têm grandes adversários", finalizou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;