Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Grande ABC tem opções para quem quer aprender arte


Everaldo Fioravante e Nelson Albuquerque
Do Diário do Grande ABC

24/02/2001 | 15:32


Uma das melhores maneiras para as pessoas desenvolverem seu potencial artístico é pondo a mão na massa, ou seja, praticando. Para tanto, os candidatos a artistas da região encontram uma série de oficinas gratuitas oferecidas pelas prefeituras, com exceção de São Caetano, onde elas são pagas.

Os cursos contemplam diversas áreas, como teatro, dança e artes plásticas. Porém, em Ribeirão Pires e Diadema as inscrições já se encerraram. Em Mauá, só há vagas para duas modalidades: teatro adulto e infantil. Confira a seguir as principais informações a respeito das opções disponíveis:

Santo André – As duas EMIAs (Escola Municipal de Iniciação Artística) abriram neste mês 900 vagas para 40 oficinas, em áreas como dança e literatura. A partir de quinta-feira, as escolas recebem inscrições para as vagas remanescentes e as aulas começam no dia 13 com opções para crianças, adolescentes e adultos.

A conclusão dos trabalhos realizados na EMIA, que em 2000 completou dez anos, normalmente ganham boas exposições. Atualmente, a unidade Aron Feldman apresenta Desenho e Realidade.

Já a Escola Livre de Teatro oferece o curso de iluminação cênica, que é dividido em duas etapas: Elementos Técnicos da Montagem de Luz para Espetáculos de Teatro e Concepção e Design de Luz. As inscrições acontecem em março. Também em Santo André, os centros comunitários oferecem diversas oficinas de arte, mas a programação ainda está em estudo e deverá ser divulgada em março.

São Bernardo – A Prefeitura de São Bernardo abre inscrições para as oficinas semestrais, como percussão e dança contemporânea, em 24 de março. As atividades acontecerão em diversos centros culturais e também em escolas municipais. Entre os diversos cursos oferecidos, alguns serão realizados simultaneamente em mais de um espaço. As informações sobre locais de inscrição e vagas disponíveis devem ser divulgadas em março na programação cultural do município.

São Caetano – A Fundação das Artes tem inscrições abertas para três oficinas da área teatral. A de Expressão Corporal (R$ 35) começa no dia 3 e vai até 25 de agosto com aulas aos sábados, das 9h às 12h. No mesmo horário, mas aos domingos e a partir de 25 de março, haverá a oficina de butô (R$ 53), gênero de teatro e dança orientais. Para crianças de 7 e 8 anos, está sendo programada para os sábados a Oficina Livre de Teatro.

A Fundarte também oferece cursos regulares (de R$ 48 a R$ 97 por mês) em música, teatro, artes plásticas e dança. As próximas inscrições serão abertas só em junho.

Mauá – A cidade oferece quatro oficinas culturais para crianças e adultos ao longo deste ano: teatro, artes plásticas, violão e dança (jazz, sapateado, balé clássico, baby class, dança de rua e dança para idosos). Porém, as aulas começaram há uma semana e só há vagas para os interessados em teatro. Os cursos têm duração de quatro anos, exceto artes plásticas (dois anos). Ao todo, participam cerca de 1,3 mil pessoas. As atividades acontecem no Complexo Cultural do Educandário.

Rio Grande da Serra – O início das inscrições para as oficinas está previsto para o próximo mês. No total, serão oferecidas 380 vagas para cursos com duração de três meses e que vão da construção de instrumentos musicais com sucata até cenografia. Um dos problemas do município para a realização de oficinas é a falta de infra-estrutura: faltam espaços adequados para as atividades. Por isso, as oficinas devem acontecer em escolas municipais e na quadra municipal.

Diadema e Ribeirão Pires – Todas as vagas já foram preenchidas em Diadema e Ribeirão Pires. Segundo o assistente de direção de Cultura de Diadema, José Tadeu Mota, “a cidade atende a 6 mil estudantes em seus dez centros de cultura”. A partir de junho haverá novas inscrições, inclusive fotografia, hip hop e técnicas circenses. Informações pelo telefone 4056-3335.

Ribeirão oferece cursos nas áreas de música, teatro e dança para mais de mil pessoas. No segundo semestre, serão abertas novas vagas para todas as idades e para deficientes auditivos e terceira idade. Informações 4828-2028.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grande ABC tem opções para quem quer aprender arte

Everaldo Fioravante e Nelson Albuquerque
Do Diário do Grande ABC

24/02/2001 | 15:32


Uma das melhores maneiras para as pessoas desenvolverem seu potencial artístico é pondo a mão na massa, ou seja, praticando. Para tanto, os candidatos a artistas da região encontram uma série de oficinas gratuitas oferecidas pelas prefeituras, com exceção de São Caetano, onde elas são pagas.

Os cursos contemplam diversas áreas, como teatro, dança e artes plásticas. Porém, em Ribeirão Pires e Diadema as inscrições já se encerraram. Em Mauá, só há vagas para duas modalidades: teatro adulto e infantil. Confira a seguir as principais informações a respeito das opções disponíveis:

Santo André – As duas EMIAs (Escola Municipal de Iniciação Artística) abriram neste mês 900 vagas para 40 oficinas, em áreas como dança e literatura. A partir de quinta-feira, as escolas recebem inscrições para as vagas remanescentes e as aulas começam no dia 13 com opções para crianças, adolescentes e adultos.

A conclusão dos trabalhos realizados na EMIA, que em 2000 completou dez anos, normalmente ganham boas exposições. Atualmente, a unidade Aron Feldman apresenta Desenho e Realidade.

Já a Escola Livre de Teatro oferece o curso de iluminação cênica, que é dividido em duas etapas: Elementos Técnicos da Montagem de Luz para Espetáculos de Teatro e Concepção e Design de Luz. As inscrições acontecem em março. Também em Santo André, os centros comunitários oferecem diversas oficinas de arte, mas a programação ainda está em estudo e deverá ser divulgada em março.

São Bernardo – A Prefeitura de São Bernardo abre inscrições para as oficinas semestrais, como percussão e dança contemporânea, em 24 de março. As atividades acontecerão em diversos centros culturais e também em escolas municipais. Entre os diversos cursos oferecidos, alguns serão realizados simultaneamente em mais de um espaço. As informações sobre locais de inscrição e vagas disponíveis devem ser divulgadas em março na programação cultural do município.

São Caetano – A Fundação das Artes tem inscrições abertas para três oficinas da área teatral. A de Expressão Corporal (R$ 35) começa no dia 3 e vai até 25 de agosto com aulas aos sábados, das 9h às 12h. No mesmo horário, mas aos domingos e a partir de 25 de março, haverá a oficina de butô (R$ 53), gênero de teatro e dança orientais. Para crianças de 7 e 8 anos, está sendo programada para os sábados a Oficina Livre de Teatro.

A Fundarte também oferece cursos regulares (de R$ 48 a R$ 97 por mês) em música, teatro, artes plásticas e dança. As próximas inscrições serão abertas só em junho.

Mauá – A cidade oferece quatro oficinas culturais para crianças e adultos ao longo deste ano: teatro, artes plásticas, violão e dança (jazz, sapateado, balé clássico, baby class, dança de rua e dança para idosos). Porém, as aulas começaram há uma semana e só há vagas para os interessados em teatro. Os cursos têm duração de quatro anos, exceto artes plásticas (dois anos). Ao todo, participam cerca de 1,3 mil pessoas. As atividades acontecem no Complexo Cultural do Educandário.

Rio Grande da Serra – O início das inscrições para as oficinas está previsto para o próximo mês. No total, serão oferecidas 380 vagas para cursos com duração de três meses e que vão da construção de instrumentos musicais com sucata até cenografia. Um dos problemas do município para a realização de oficinas é a falta de infra-estrutura: faltam espaços adequados para as atividades. Por isso, as oficinas devem acontecer em escolas municipais e na quadra municipal.

Diadema e Ribeirão Pires – Todas as vagas já foram preenchidas em Diadema e Ribeirão Pires. Segundo o assistente de direção de Cultura de Diadema, José Tadeu Mota, “a cidade atende a 6 mil estudantes em seus dez centros de cultura”. A partir de junho haverá novas inscrições, inclusive fotografia, hip hop e técnicas circenses. Informações pelo telefone 4056-3335.

Ribeirão oferece cursos nas áreas de música, teatro e dança para mais de mil pessoas. No segundo semestre, serão abertas novas vagas para todas as idades e para deficientes auditivos e terceira idade. Informações 4828-2028.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;