Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sem esforço, Brasil vence o Peru


Do Diário OnLine

02/04/2009 | 00:07


Após três empates, a Seleção Brasileira voltou a vencer em casa pelas Eliminatórias Sul-Americanas, na noite desta quarta-feira. O Brasil derrotou o Peru por 3 a 0 em Porto Alegre, no Beira Rio, com dois gols de Luís Fabiano e um de Felipe Melo.

A vitória deixou o time tupiniquim na segunda colocação das Eliminatórias, com 21 pontos, três a menos que o Paraguai, primeiro. O Chile é o segundo e a Argentina, que perdeu por 6 a 1 para a Bolívia, é quarta. Apenas os quatro melhores garantem vaga na Copa do Mundo de 2010, enquanto o quinto, que hoje é o Uruguai, disputa a repescagem. O Peru é o lanterna, com sete pontos.

Mesmo não demonstrando um bom futebol, o Brasil não teve dificuldade para abrir o placar, aos 16 minutos, com Luís Fabiano. Aliás, a última vez que o Brasil tinha marcado em casa foi na vitória contra o Uruguai, no Morumbi, em dezembro de 2007, com dois gols do próprio atacante. Depois, foram três partidas e três empates por 0 a 0 - contra Argentina, Bolívia e Colômbia.

Pouco depois do primeiro gol, o Brasil ampliou novamente com Luís Fabiano. O terceiro aconteceu somente na etapa final, com Felipe Melo. Alexandre Pato e Ronaldinho Gaúcho, que começaram no Internacional e Grêmio, respectivamente, entraram, mas fizeram pouco em campo.

Agora, o Brasil volta a jogar pelas Eliminatórias contra o Uruguai, fora de casa, em 6 de junho. Três dias depois, a Seleção recebe o Paraguai.

O jogo - O Brasil começou a partida pressionando e chegou com perigo aos sete minutos. Elano tocou para Luís Fabiano na direita. O atacante se livrou da marcação e cruzou. A bola passou perto da linha do gol, mas não entrou. E a Seleção não demorou a marcar. Zambrano fez falta dentro da área em Kaká e o árbitro assinalou pênalti. Luís Fabiano cobrou, o goleiro Butrón acertou o canto, mas não alcançou.

Antes do gol, Dunga foi obrigado a realizar a primeira alteração. Luisão, com dores musculares, saiu de campo e deu lugar para Miranda.

Sem esforço, o time canarinho anotou o segundo. Daniel Alves levantou a bola na área. Luís Fabiano, em posição duvidosa, matou no peito e chutou para ampliar, aos 26 minutos.

Com a vantagem, a Seleção Brasileira voltou a assustar somente no final do primeiro tempo. Primeiro em uma triangulação de Daniel Alves, Kaká e Luís Fabiano, que acabou com finalização de Elano. Depois, o próprio meia tentou de novo, em um chute forte, mas Butrón defendeu.

No segundo tempo, o Brasil voltou mais sonolento, mas continuou dominando o jogo. Aos dez minutos, Robinho chutou cruzado para fora. Pouco tempo mais tarde, Elano cruzou para Luís Fabiano, que cabeceou. Butrón defendeu. Após pouca insistência, o terceiro saiu. Felipe Melo roubou a bola no meio-campo, avançou e chutou na saída do goleiro peruano.

A melhor chance da seleção visitante aconteceu aos 21 minutos. A zaga do Brasil vacilou e a bola sobrou para Fano, que enxergou Júlio César adiantado e chutou. O goleiro ainda desviou a bola antes de bater no travessão.

Com a vitória garantida, Dunga colocou em campo Alexandre Pato e Ronaldinho Gaúcho, que teve a chance de marcar o seu em cobrança de falta, porém, mandou na mão do goleiro Butrón.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;