Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Coelho vira 'lebre' na Meia Maratona

Orlando Filho/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Rafael Presilli
Especial para o Diário

22/06/2009 | 07:00


O pernambucano Francisco Barbosa dos Santos, conhecido entre os amigos como Chiquinho, foi o campeão da Meia Maratona Shopping ABC, domingo, em Santo André. Fundista e especialista nesse tipo de prova, Chiquinho, da equipe Santo André, é treinado por Adauto Domingues, mesmo técnico do bicampeão da Maratona de Nova York e da São Silvestre Marilson Gomes dos Santos.

Chiquinho é, geralmente, usado como coelho (atleta que puxa o ritmo até a metade da prova) em maratonas.

Ele completou os 21,1 quilômetros da Meia Maratona em 1h05min58, nove segundos mais rápido que o vice-campeão Givanildo dos Santos. A medalha de bronze foi para José Magno dos Santos Mota, com 1h06min26. Gilma Silvestre ficou em quarto (1h06min51s) e José Teles de Souza em quinto lugar (1h07min11s).

O campeão conseguiu escapar dos demais atletas a dois quilômetros da chegada. "Tentei fugir do pelotão quatro vezes antes, mas sempre alguém encostava", afirmou. "Perto da chegada, tentei outra escapada e dessa vez ninguém me acompanhou", comemorou o atleta de 36 anos, que treina em São Caetano.

No feminino, Andréa Celeste da Silva chegou ao bicampeonato. A corredora de 32 anos acredita que fato de já conhecer o percurso foi um diferencial em relação às demais atletas. Ela completou a corrida em 1h16min54s.

Em segundo lugar ficou Adriana Aparecida da Siva (1h17min22s), em terceiro Conceição Carvalho (1h18min54s). Sirlene Pinho (1h19min23s) e Ilda Alves dos Santos (1h19min47s) completaram o pódio, em quarto e quinto lugares respectivamente.

Andréa aproveitou a primeira pequena subida da prova para se destacar do pelotão, no quarto quilômetro. Ela usou um relógio que monitora o desempenho e usou as informações do equipamento a seu favor. "Programei para fazer um determinado tempo e quando eu vi, no começo da prova, que as demais estavam mais lentas resolvi seguir o meu ritmo. E deu certo", contou.

10 quilômetros - O queniano Emmanuel Kipkemei Bett foi o campeão na prova de 10 quilômetros, com o tempo de 30min13, seguido por Gilberto Silvestre (segundo), Luiz Paulo da Silva (terceiro), William Salgado (quarto) e Reberson Pereira (quinto colocado).

Na prova feminina, a vitória ficou com Simone Alves dos Santos, com o tempo de 35min35. Elizabeth Esteves (segunda), Flavianna Ferreia (terceira), a queniana Ednah Mukhwana (quarta) e Beatriz dos Santos (quinta) completaram o pódio da prova.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coelho vira 'lebre' na Meia Maratona

Rafael Presilli
Especial para o Diário

22/06/2009 | 07:00


O pernambucano Francisco Barbosa dos Santos, conhecido entre os amigos como Chiquinho, foi o campeão da Meia Maratona Shopping ABC, domingo, em Santo André. Fundista e especialista nesse tipo de prova, Chiquinho, da equipe Santo André, é treinado por Adauto Domingues, mesmo técnico do bicampeão da Maratona de Nova York e da São Silvestre Marilson Gomes dos Santos.

Chiquinho é, geralmente, usado como coelho (atleta que puxa o ritmo até a metade da prova) em maratonas.

Ele completou os 21,1 quilômetros da Meia Maratona em 1h05min58, nove segundos mais rápido que o vice-campeão Givanildo dos Santos. A medalha de bronze foi para José Magno dos Santos Mota, com 1h06min26. Gilma Silvestre ficou em quarto (1h06min51s) e José Teles de Souza em quinto lugar (1h07min11s).

O campeão conseguiu escapar dos demais atletas a dois quilômetros da chegada. "Tentei fugir do pelotão quatro vezes antes, mas sempre alguém encostava", afirmou. "Perto da chegada, tentei outra escapada e dessa vez ninguém me acompanhou", comemorou o atleta de 36 anos, que treina em São Caetano.

No feminino, Andréa Celeste da Silva chegou ao bicampeonato. A corredora de 32 anos acredita que fato de já conhecer o percurso foi um diferencial em relação às demais atletas. Ela completou a corrida em 1h16min54s.

Em segundo lugar ficou Adriana Aparecida da Siva (1h17min22s), em terceiro Conceição Carvalho (1h18min54s). Sirlene Pinho (1h19min23s) e Ilda Alves dos Santos (1h19min47s) completaram o pódio, em quarto e quinto lugares respectivamente.

Andréa aproveitou a primeira pequena subida da prova para se destacar do pelotão, no quarto quilômetro. Ela usou um relógio que monitora o desempenho e usou as informações do equipamento a seu favor. "Programei para fazer um determinado tempo e quando eu vi, no começo da prova, que as demais estavam mais lentas resolvi seguir o meu ritmo. E deu certo", contou.

10 quilômetros - O queniano Emmanuel Kipkemei Bett foi o campeão na prova de 10 quilômetros, com o tempo de 30min13, seguido por Gilberto Silvestre (segundo), Luiz Paulo da Silva (terceiro), William Salgado (quarto) e Reberson Pereira (quinto colocado).

Na prova feminina, a vitória ficou com Simone Alves dos Santos, com o tempo de 35min35. Elizabeth Esteves (segunda), Flavianna Ferreia (terceira), a queniana Ednah Mukhwana (quarta) e Beatriz dos Santos (quinta) completaram o pódio da prova.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;