Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Descoberto laboratório clandestino de adulteraçao de gasolina


Do Diário do Grande ABC

28/06/2000 | 08:12


A polícia descobriu um laboratório clandestino de adulteraçao de gasolina no interior de Sao Paulo. Os tanques que armazenavam combustível fraudado tinham capacidade para 100 mil litros.

O esquema de desvio e adulteraçao era sofisticado: mangueiras, bombas e válvulas utilizadas no processo permaneciam escondidas em um fundo falso. Em um laboratório clandestino, o combustível ia para tanques de mistura, onde recebia 24% de álcool e 26% de corante e solvente. Cada litro de gasolina se transformava em outros dois litros. A alteraçao do combustível vinha sendo feito há seis meses. A polícia acredita que, nesse período, foram vendidos um milhao e oitocentos mil litros de gasolina adulterada.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo, as adulteraçoes eram tao perfeitas que quase nao podiam ser percebidas em bombas de abastecimento. O combustível abastecida cerca de 80 postos do interior de Sao Paulo e da capital. A polícia vai investigar se as distribuidoras que recebiam a gasolina adulterada também participavam da fraude.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Descoberto laboratório clandestino de adulteraçao de gasolina

Do Diário do Grande ABC

28/06/2000 | 08:12


A polícia descobriu um laboratório clandestino de adulteraçao de gasolina no interior de Sao Paulo. Os tanques que armazenavam combustível fraudado tinham capacidade para 100 mil litros.

O esquema de desvio e adulteraçao era sofisticado: mangueiras, bombas e válvulas utilizadas no processo permaneciam escondidas em um fundo falso. Em um laboratório clandestino, o combustível ia para tanques de mistura, onde recebia 24% de álcool e 26% de corante e solvente. Cada litro de gasolina se transformava em outros dois litros. A alteraçao do combustível vinha sendo feito há seis meses. A polícia acredita que, nesse período, foram vendidos um milhao e oitocentos mil litros de gasolina adulterada.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo, as adulteraçoes eram tao perfeitas que quase nao podiam ser percebidas em bombas de abastecimento. O combustível abastecida cerca de 80 postos do interior de Sao Paulo e da capital. A polícia vai investigar se as distribuidoras que recebiam a gasolina adulterada também participavam da fraude.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;