Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Cesar Cielo tem a última chance para garantir vaga na natação do Rio-2016



20/04/2016 | 06:00


O mais vitorioso nadador brasileiro terá nesta quarta-feira menos de 22 segundos para decidir o seu futuro no ano. A partir das 9h30, Cesar Cielo disputa a seletiva dos 50 metros livre no Troféu Maria Lenk em busca de índice para os Jogos Olímpicos do Rio-2016. No fim da tarde, caso não se classifique, terá a última chance. Se falhar nas duas tentativas, o medalhista de ouro em Pequim-2008 ficará de fora da Olimpíada.

O índice olímpico para a prova de 50 metros livre é de 22s27, mas Cielo precisará fazer mais para disputar os Jogos do Rio, em agosto. Isso porque Bruno Fratus (21s50) e Ítalo Duarte (22s08) detêm os melhores tempos para a prova. Eles alcançaram as marcas na primeira seletiva, disputada em Palhoça (SC), no fim do ano passado. Apenas dois nadadores podem ser inscritos em cada prova.

Na última segunda-feira, Cielo alcançou índice para a disputa dos 100 metros livre durante a eliminatória, mas seu tempo para aquela prova foi apenas o sétimo entre os brasileiros, o que o tirou da disputa individual e também da lista de preferência para o revezamento. Mesmo assim, ele abriu mão de fazer a final para se preservar para esta quarta. "Meu foco principal na temporada são os 50 metros", afirmou.

Sem conseguir confirmar vaga na Olimpíada, Cielo aproveitou a prova dos 100 metros livre para estudar o seu desempenho. "Acho que minha saída voltou a ser o que era antes. Estou com mais confiança nos primeiros 15 metros", avaliou.

Apesar de ser o recordista mundial dos 50 metros com a marca de 20s91, alcançada ainda em 2009, Cielo não consegue nadar abaixo do índice olímpico desde abril do ano passado, quando fez a marca no próprio Troféu Maria Lenk. Na ocasião, ele cruzou os 50 metros da piscina do Fluminense em 21s84 - tempo que hoje seria suficiente para estar nos Jogos do Rio.

Sobre a prova desta quarta-feira, ele está consciente do que precisa. "O objetivo é fazer (na casa) dos 21s. Se não for, também, foge um pouquinho do meu controle, mas a ideia é fazer 21s e garantir a vaga", afirmou o campeão olímpico.

Até o momento, cinco brasileiros já têm índice nos 50 metros livre para o Rio-2016. Além de Bruno Fratus e Ítalo Duarte, Marcelo Chierighini (22s17), Matheus Santana (22s17) e Henrique Martins (22s25) também já nadaram abaixo do tempo necessário. Todos eles alcançaram o índice em Palhoça. Na ocasião, Cielo não disputou a prova por desistência - insatisfeito com o desempenho nos 100 metros livre, quando terminou em 11.º na eliminatória, ele decidiu deixar a competição.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;