Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Coopervolks fecha lojas, mas não demite


Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

27/06/2009 | 07:00


A Cooperativa da Volkswagen vai funcionar apenas em São Bernardo. Nesta semana, as unidades de Santo André e Taubaté (interior do Estado) fecharam as portas. A direção da cooperativa afirmou que os 360 trabalhadores, 270 da região, não serão demitidos.

"Nosso acordo com a rede varejista que adquiriu as unidades é que os funcionários sejam remanejados. O acordo tem validade por 90 dias. Depois disso, se houver demissões será por causa do desempenho do trabalhador", explicou o diretor executivo da Coopervolks, José Domingos Castelli.

A direção da cooperativa não informou o número de trabalhadores que deve atuar na unidade de São Bernardo, que atualmente conta com 120 empregados. "Creio que o saldo final de funcionários deve ser de aproximadamente 90", destacou o diretor do Sindicato dos Empregados do Comércio de Santo André e Região, Jonas José dos Santos.

Os salários dos colaboradores, atrasados desde o início do mês, foram pagos ontem. "Eles podem ter certeza de que os pagamentos futuros estão garantidos", afirmou Castelli.

A cooperativa enfrenta problemas financeiros desde outubro do ano passado. "A situação ficou insustentável e optamos por concentrar as atividades em São Bernardo", afirmou o diretor executivo.

COMPRADOR - A rede varejista que está fechando negócio com a Coopervolks não foi revelada. "As negociações estão avançadas, porém, não concluídas. Portanto, qualquer informação pode prejudicar o andamento. Até quarta-feira (1º), o nome do comprador será revelado", prometeu Castelli.

Porém, a história pode ter final diferente. A Prefeitura de Santo André, afirmou que o prédio onde a cooperativa estava instalada - Rua Coronel Seabra, na Vila Alzira - é um dos pontos cogitados para a construção de unidade do Poupatempo. Segundo a Prefeitura, o local já foi até avaliado pelo governo do Estado.

HISTÓRICO - A cooperativa da Volkswagen foi fundada em 1959 por funcionários da montadora, à época recém-instalada no Brasil. Desde o fim da Autolatina, na década de 1980, o supermercado não tem mais vínculos com a empresa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coopervolks fecha lojas, mas não demite

Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

27/06/2009 | 07:00


A Cooperativa da Volkswagen vai funcionar apenas em São Bernardo. Nesta semana, as unidades de Santo André e Taubaté (interior do Estado) fecharam as portas. A direção da cooperativa afirmou que os 360 trabalhadores, 270 da região, não serão demitidos.

"Nosso acordo com a rede varejista que adquiriu as unidades é que os funcionários sejam remanejados. O acordo tem validade por 90 dias. Depois disso, se houver demissões será por causa do desempenho do trabalhador", explicou o diretor executivo da Coopervolks, José Domingos Castelli.

A direção da cooperativa não informou o número de trabalhadores que deve atuar na unidade de São Bernardo, que atualmente conta com 120 empregados. "Creio que o saldo final de funcionários deve ser de aproximadamente 90", destacou o diretor do Sindicato dos Empregados do Comércio de Santo André e Região, Jonas José dos Santos.

Os salários dos colaboradores, atrasados desde o início do mês, foram pagos ontem. "Eles podem ter certeza de que os pagamentos futuros estão garantidos", afirmou Castelli.

A cooperativa enfrenta problemas financeiros desde outubro do ano passado. "A situação ficou insustentável e optamos por concentrar as atividades em São Bernardo", afirmou o diretor executivo.

COMPRADOR - A rede varejista que está fechando negócio com a Coopervolks não foi revelada. "As negociações estão avançadas, porém, não concluídas. Portanto, qualquer informação pode prejudicar o andamento. Até quarta-feira (1º), o nome do comprador será revelado", prometeu Castelli.

Porém, a história pode ter final diferente. A Prefeitura de Santo André, afirmou que o prédio onde a cooperativa estava instalada - Rua Coronel Seabra, na Vila Alzira - é um dos pontos cogitados para a construção de unidade do Poupatempo. Segundo a Prefeitura, o local já foi até avaliado pelo governo do Estado.

HISTÓRICO - A cooperativa da Volkswagen foi fundada em 1959 por funcionários da montadora, à época recém-instalada no Brasil. Desde o fim da Autolatina, na década de 1980, o supermercado não tem mais vínculos com a empresa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;