Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Semasa inicia divulgação diária de quantidade de água recebida

No primeiro dia, autarquia afirma ter recebido menos que o acordado


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

19/11/2015 | 07:00


O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) iniciou ontem a divulgação diária da quantidade de água enviada pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) à cidade. Já no primeiro informe, a autarquia disse ter recebido na terça-feira média inferior ao acordado com a companhia, que é de 1.750 litros por segundo.

Segundo o boletim do Semasa, terça-feira foi enviada para Santo André média de 1.590 litros por segundo, portanto, “abaixo do que foi acordado”. Na ocasião, o município recebeu 1.130 litros por segundo do Sistema Rio Grande (Billings) e 540 litros por segundo do Rio Claro.

Questionada sobre o assunto, a Sabesp informou que a entrega de 1,750 litros por segundo para o Semasa corresponde à média mensal. Já referente ao envio de quantidade inferior na terça-feira, a companhia disse que “eventualmente, em alguns períodos podem ocorrer pequenas variações por conta de questões técnicas como manutenções de rede ou falta de energia elétrica e cabe à empresa gerenciar a distribuição.”

Após o Diário relatar ontem que três cidades da região estavam com as torneiras secas, mais uma vez moradores denunciaram a falta de água em Santo André. Desta vez, as regiões do Jardim Carla e Condomínio Maracanã foram as prejudicadas. O Semasa informou que a falta de água ocorre porque, desde o início da crise, a cidade recebe 26% de água a menos. Com calor e aumento do consumo, a baixa vazão resulta na queda da pressão, o que aumenta a intermitência relatada por moradores. A expectativa era que o abastecimento seria restabelecido nos locais citados hoje.

Em decorrência da diminuição no fornecimento de água, o Semasa permanece enviando para seus clientes informativo relatando que a “única forma de amenizar a falta d’água será adotar o rodízio no verão”, além de solicitar para moradores de Santo André que tenham reserva suficiente para 48 horas. (colaborou Yara Ferraz) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;