Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Grupo iraniano oferece US$ 100 mil por assassinato de escritor


Da AFP

15/02/2004 | 10:52


Um grupo extremista iraniano, o Comitê para a glorificação dos mártires do mundo islâmico, ofereceu US$ 100 mil de recompensa a quem matar o escritor britânico Salman Rushdie, autor dos Versículos Satânicos, informa neste domingo o jornal Khomhuri Eslami.

O fundador da República Islâmica, o imã Khomeiny, emitiu no dia 14 de fevereiro de 1989 uma fatwa (decreto religioso) condenando à morte Salman Rushdie por blasfêmia. O aniversário desse fato passou desapercebido no sábado.

Os extremistas pedem "a todos os muçulmanos voluntários que se inscrevam no portal do grupo a partir de 22 de fevereiro, começo do Moharam (mês de luto xiita), para matar Salman Rushdie".

O anúncio foi feito por motivo de uma cerimônia em memória do "mártir Mostafah Mahmud Mazeh", que teria tentado em vão matar Rushdie, segundo os iranianos, antes de ser eliminado. "O prêmio será pago a quem matar Salman Rushdie e sua família", afirma o jornal, que cita um membro do comitê.

"Os voluntários gozarão de todas as facilidades do comitê" para realizar sua ação contra o escritor britânico, adianta o jornal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;