Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Menor brasileiro será julgado como adulto nos EUA


Do Diário do Grande ABC

22/02/2000 | 11:51


O menor A.R.M.S., 16 anos, é acusado de violentar o irmao e terá julgamento como adulto nos EUA. O jovem, que nasceu no Brasil e foi adotado por uma família americana, é considerado estrangeiro pelas leis locais.

A lei americana nao concede cidadania aos adotados, mas isto nao mudaria o caso de A., que na atual situaçao, só poderá ser expulso do país depois do cumprimento da pena que poderá chegar a 30 anos.

Os menores que têm sido julgado por crimes violentos nos EUA nao estao tendo tratamento especial em decorrência da idade, e sao sentenciados como se já tivessem atingido a maioridade.

Em resposta aos milhares de crimes que têm sido praticados pelos adolescentes nos EUA, muitos dos Estados americanos os julgam como adultos a partir dos 14 anos, aplicando o mesmo rigor das penas, sendo que alguns defendem que esse limite de idade deveria ser baixado para 13 anos.

Alguns desses jovens chegam a ser condenados à morte, ou passam grande período na cadeia, tendo uma tendência maior à reincidência, e isso aumenta cada vez mais a polêmica sobre a idade em que as pessoas já podem ser responsabilizadas plenamente pelos seus atos.

O Brasil nao tem reagido de maneira amistosa a nao concessao da cidadania aos adotados por famílias americanas, o Itamaraty já se recusou a fornecer documentos para deportaçao de brasileiros adotivos e o judiciário tem negado pedidos de adoçao por famílias americanas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Menor brasileiro será julgado como adulto nos EUA

Do Diário do Grande ABC

22/02/2000 | 11:51


O menor A.R.M.S., 16 anos, é acusado de violentar o irmao e terá julgamento como adulto nos EUA. O jovem, que nasceu no Brasil e foi adotado por uma família americana, é considerado estrangeiro pelas leis locais.

A lei americana nao concede cidadania aos adotados, mas isto nao mudaria o caso de A., que na atual situaçao, só poderá ser expulso do país depois do cumprimento da pena que poderá chegar a 30 anos.

Os menores que têm sido julgado por crimes violentos nos EUA nao estao tendo tratamento especial em decorrência da idade, e sao sentenciados como se já tivessem atingido a maioridade.

Em resposta aos milhares de crimes que têm sido praticados pelos adolescentes nos EUA, muitos dos Estados americanos os julgam como adultos a partir dos 14 anos, aplicando o mesmo rigor das penas, sendo que alguns defendem que esse limite de idade deveria ser baixado para 13 anos.

Alguns desses jovens chegam a ser condenados à morte, ou passam grande período na cadeia, tendo uma tendência maior à reincidência, e isso aumenta cada vez mais a polêmica sobre a idade em que as pessoas já podem ser responsabilizadas plenamente pelos seus atos.

O Brasil nao tem reagido de maneira amistosa a nao concessao da cidadania aos adotados por famílias americanas, o Itamaraty já se recusou a fornecer documentos para deportaçao de brasileiros adotivos e o judiciário tem negado pedidos de adoçao por famílias americanas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;