Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jair Picerni nao abre mao da invencibilidade


Edélcio Cândido
Da Redaçao

10/06/2000 | 00:21


A liderança e a conseqüente invencibilidade se transformaram em dois respeitáveis trunfos para o Sao Caetano que nao deseja perdê-los diante do Bragantino, neste domingo às 16h, em Bragança Paulista, no encerramento da segunda fase do Grupo A-2. Para o técnico Jair Picerni, esses dois trunfos sao reconhecidos como a "marca registrada" do time que está na ponta com 38 pontos ganhos e 14 jogos sem derrota. Uma marca que traz respeito por todos os lugares em que o Sao Caetano tem se exibido no campeonato.

"Poupar alguém? Que nada! Vai jogar a força máxima. É um olho no Bragantino e outro na próxima fase decisiva", garante Picerni, que só nao terá o lateral César e o volante Claudecir, suspensos, com dois cartoes amarelos, e que serao substituídos por Adriano e Gilmar.

No elenco do Sao Caetano, de alto-astral, é unânime a tese de que já passou o tempo de poder "perder". O meia/atacante Zinho declara que "agora vamos invicto até o acesso, se Deus quiser".

A maior preocupaçao de Jair Picerni é que o Sao Caetano continue com a "mesma pegada" e aproveitamento ofensivo. Nesta sexta-feira, no coletivo, no campo do Gisela, o treinador fez várias mudanças, exigiu os dois toques de primeira, e até "poupou um pouco" Zinho e Túlio, que saíram bem antes do treino acabar. O treinamento, bastante puxado, teve o time reserva forte na marcaçao com os titulares César e Claudecir, além de jogadores que treinaram muito bem, casos de De Moura, Romerito, Adhemar e Alex Rossi.

'Menino bom' -Antes do coletivo, vários jogadores manifestaram-se com alegria a respeito da vitória do tenista Gustavo Kuerten diante do espanhol Juan Carlos Ferrero. O volante Magrao, que aprecia o tênis, era o mais contente. "Sempre disse que esse menino era bom", brincou. Magrao diz estar confiante numa vitória de Guga neste domingo na grande final de Roland Garros. "Além de jogar bem, ele está com sorte", comentou Magrao.

Silêncio - O técnico Jair Picerni também adota a sua particular "lei do silêncio" quando é indagado sobre possíveis adversários na segunda fase. O fato de estar livre de enfrentar o clássico diante do Santo André - caso consiga a vaga, nao será o oitavo colocado - nao significou nada para o treinador. "Nao, nao. Nao quero saber de nada. Os futuros adversários serao estudados depois, com calma. Só estou pensando no Bragantino", disparou Picerni, deixando claro que "os outros" é que devem se preocupar com o Sao Caetano.

Neste sábado, Picerni comanda um treino tático de manha, e às 14h, o elenco viaja para um hotel próximo a Bragança Paulista, onde ficará concentrado.

O presidente do clube, Nairo Ferreira de Souza, disse nesta sexta que o Sao Caetano deve fazer sua estréia, na Série B do Brasileiro, dia 29 ou 30 de julho (domingo), data do início do campeonato. Neste sábado, o dirigente participa de uma reuniao com dirigentes do "Clube dos 14" no Rio de Janeiro ainda sobre a disputa do Brasileiro. A Confederaçao Brasileira de Futebol enviará representantes no encontro dos clubes da Série B.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jair Picerni nao abre mao da invencibilidade

Edélcio Cândido
Da Redaçao

10/06/2000 | 00:21


A liderança e a conseqüente invencibilidade se transformaram em dois respeitáveis trunfos para o Sao Caetano que nao deseja perdê-los diante do Bragantino, neste domingo às 16h, em Bragança Paulista, no encerramento da segunda fase do Grupo A-2. Para o técnico Jair Picerni, esses dois trunfos sao reconhecidos como a "marca registrada" do time que está na ponta com 38 pontos ganhos e 14 jogos sem derrota. Uma marca que traz respeito por todos os lugares em que o Sao Caetano tem se exibido no campeonato.

"Poupar alguém? Que nada! Vai jogar a força máxima. É um olho no Bragantino e outro na próxima fase decisiva", garante Picerni, que só nao terá o lateral César e o volante Claudecir, suspensos, com dois cartoes amarelos, e que serao substituídos por Adriano e Gilmar.

No elenco do Sao Caetano, de alto-astral, é unânime a tese de que já passou o tempo de poder "perder". O meia/atacante Zinho declara que "agora vamos invicto até o acesso, se Deus quiser".

A maior preocupaçao de Jair Picerni é que o Sao Caetano continue com a "mesma pegada" e aproveitamento ofensivo. Nesta sexta-feira, no coletivo, no campo do Gisela, o treinador fez várias mudanças, exigiu os dois toques de primeira, e até "poupou um pouco" Zinho e Túlio, que saíram bem antes do treino acabar. O treinamento, bastante puxado, teve o time reserva forte na marcaçao com os titulares César e Claudecir, além de jogadores que treinaram muito bem, casos de De Moura, Romerito, Adhemar e Alex Rossi.

'Menino bom' -Antes do coletivo, vários jogadores manifestaram-se com alegria a respeito da vitória do tenista Gustavo Kuerten diante do espanhol Juan Carlos Ferrero. O volante Magrao, que aprecia o tênis, era o mais contente. "Sempre disse que esse menino era bom", brincou. Magrao diz estar confiante numa vitória de Guga neste domingo na grande final de Roland Garros. "Além de jogar bem, ele está com sorte", comentou Magrao.

Silêncio - O técnico Jair Picerni também adota a sua particular "lei do silêncio" quando é indagado sobre possíveis adversários na segunda fase. O fato de estar livre de enfrentar o clássico diante do Santo André - caso consiga a vaga, nao será o oitavo colocado - nao significou nada para o treinador. "Nao, nao. Nao quero saber de nada. Os futuros adversários serao estudados depois, com calma. Só estou pensando no Bragantino", disparou Picerni, deixando claro que "os outros" é que devem se preocupar com o Sao Caetano.

Neste sábado, Picerni comanda um treino tático de manha, e às 14h, o elenco viaja para um hotel próximo a Bragança Paulista, onde ficará concentrado.

O presidente do clube, Nairo Ferreira de Souza, disse nesta sexta que o Sao Caetano deve fazer sua estréia, na Série B do Brasileiro, dia 29 ou 30 de julho (domingo), data do início do campeonato. Neste sábado, o dirigente participa de uma reuniao com dirigentes do "Clube dos 14" no Rio de Janeiro ainda sobre a disputa do Brasileiro. A Confederaçao Brasileira de Futebol enviará representantes no encontro dos clubes da Série B.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;