Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Psol retoma protesto contra taxa do lixo; Câmara se cala


Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

01/04/2015 | 07:00


Ativistas ligados ao Psol de São Caetano voltaram a protestar contra da taxa do lixo, vinculado ao IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ontem, durante a sessão da Câmara. A sigla se apoia em decisões do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), que considera esse tipo de imposto ilegal, para pedir a extinção da cobrança.

Os cartazes e os gritos dos militantes, no entanto, não incomodaram os 19 vereadores, que seguiram com o andamento da sessão sem dar muita atenção ao ato. Quando atuou pela oposição, o parlamentar Edison Parra (PHS) protocolou, em parceria com o Psol, Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) para tentar derrubar a taxa.

“Nós levamos esse tema ao Executivo. Mas eu, particularmente, considero a cobrança necessária. Nós estamos sofrendo com queda na arrecadação. A coleta e destinação do lixo, além da varrição das ruas, tem um custo altíssimo para o poder público”, comentou o presidente do Legislativo, Paulo Bottura (Pros).  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Psol retoma protesto contra taxa do lixo; Câmara se cala

Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

01/04/2015 | 07:00


Ativistas ligados ao Psol de São Caetano voltaram a protestar contra da taxa do lixo, vinculado ao IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ontem, durante a sessão da Câmara. A sigla se apoia em decisões do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), que considera esse tipo de imposto ilegal, para pedir a extinção da cobrança.

Os cartazes e os gritos dos militantes, no entanto, não incomodaram os 19 vereadores, que seguiram com o andamento da sessão sem dar muita atenção ao ato. Quando atuou pela oposição, o parlamentar Edison Parra (PHS) protocolou, em parceria com o Psol, Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) para tentar derrubar a taxa.

“Nós levamos esse tema ao Executivo. Mas eu, particularmente, considero a cobrança necessária. Nós estamos sofrendo com queda na arrecadação. A coleta e destinação do lixo, além da varrição das ruas, tem um custo altíssimo para o poder público”, comentou o presidente do Legislativo, Paulo Bottura (Pros).  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;