Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Livre-se da rinite


Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

14/06/2009 | 07:00


Coriza e coceira no nariz. Espirros e mais espirros. Esses sintomas, que podem parecer o início de resfriado, na verdade correspondem a um problema muito comum no frio: a rinite. Uma das causas que agravam o problema é usar peças de vestuário guardadas por muito tempo. A rinite é uma inflamação na mucosa nasal, resultado do contato com substâncias alérgicas, que deve ser tratada com a ajuda de um especialista.

O diretor da regional de São Paulo da ASBAI (Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia) Luis Felipe Ensina explica que o que diferencia a rinite de outras doenças respiratórias é o fato de ser provocada por alérgenos. "O resfriado e a gripe são causados por vírus", completa.

Entre os principais responsáveis pelo problema estão os ácaros da poeira, pelo de animais domésticos, cheiro de perfume e produtos de limpeza, cigarro e poluição.

"Além disso, no inverno as pessoas utilizam casacos e cobertores que ficaram guardados e, por isso, repletos de poeira, fungos e ácaros, o que favorece a maior ocorrência de rinite alérgica nesse período", explica o especialista.

O tratamento pode ser feito de duas formas: ou se controla o ambiente, a fim de reduzir a exposição aos alérgenos ou usam-se medicamentos indicados por um médico especialista.

Dicas
- Mantenha o ambiente limpo.

- Evite uso de tapetes, cortinas e carpetes que acumulam poeira.

- Use panos úmidos na limpeza.

- Evite o contato com cães e gatos.

- Evite travesseiros de penas e cobertores de lã- substituindo-os pelos de material sintético.
- Fuja de odores fortes: perfumes, cigarro e produtos de limpeza.

- Evite acúmulo de papéis velhos e restos de alimentos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Livre-se da rinite

Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

14/06/2009 | 07:00


Coriza e coceira no nariz. Espirros e mais espirros. Esses sintomas, que podem parecer o início de resfriado, na verdade correspondem a um problema muito comum no frio: a rinite. Uma das causas que agravam o problema é usar peças de vestuário guardadas por muito tempo. A rinite é uma inflamação na mucosa nasal, resultado do contato com substâncias alérgicas, que deve ser tratada com a ajuda de um especialista.

O diretor da regional de São Paulo da ASBAI (Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia) Luis Felipe Ensina explica que o que diferencia a rinite de outras doenças respiratórias é o fato de ser provocada por alérgenos. "O resfriado e a gripe são causados por vírus", completa.

Entre os principais responsáveis pelo problema estão os ácaros da poeira, pelo de animais domésticos, cheiro de perfume e produtos de limpeza, cigarro e poluição.

"Além disso, no inverno as pessoas utilizam casacos e cobertores que ficaram guardados e, por isso, repletos de poeira, fungos e ácaros, o que favorece a maior ocorrência de rinite alérgica nesse período", explica o especialista.

O tratamento pode ser feito de duas formas: ou se controla o ambiente, a fim de reduzir a exposição aos alérgenos ou usam-se medicamentos indicados por um médico especialista.

Dicas
- Mantenha o ambiente limpo.

- Evite uso de tapetes, cortinas e carpetes que acumulam poeira.

- Use panos úmidos na limpeza.

- Evite o contato com cães e gatos.

- Evite travesseiros de penas e cobertores de lã- substituindo-os pelos de material sintético.
- Fuja de odores fortes: perfumes, cigarro e produtos de limpeza.

- Evite acúmulo de papéis velhos e restos de alimentos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;