Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Tem início reunião da ONU sobre a fome


Do Diário OnLine
Com Agências

10/06/2002 | 08:44


Representantes e chefes de Estado de mais de 100 países, a maioria proveniente dos nações pobres, se reúnem a partir desta segunda-feira em Roma para encontro da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Segundo dados da FAO, a cada quatro segundos uma pessoa morre de fome em todo o mundo. A cúpula, criada em 1945 para lutar contra a fome e desnutrição, fixou, em 1996, um acordo com mais de 180 países para reduzir pela metade, até 2005, o número de pessoas desnutridas no mundo, calculadas em mais de 800 milhões. A operação custaria, de acordo com a ONU, US$ 24 bilhões.

A reunião, inaugurada pelo diretor geral da organização, o senegalês Jacques Diouf, ante a presença do presidente da República italiana, Carlo Azeglio Ciampi, que chamar atenção dos países reicos sobre a necessidade de combater a fome.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tem início reunião da ONU sobre a fome

Do Diário OnLine
Com Agências

10/06/2002 | 08:44


Representantes e chefes de Estado de mais de 100 países, a maioria proveniente dos nações pobres, se reúnem a partir desta segunda-feira em Roma para encontro da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Segundo dados da FAO, a cada quatro segundos uma pessoa morre de fome em todo o mundo. A cúpula, criada em 1945 para lutar contra a fome e desnutrição, fixou, em 1996, um acordo com mais de 180 países para reduzir pela metade, até 2005, o número de pessoas desnutridas no mundo, calculadas em mais de 800 milhões. A operação custaria, de acordo com a ONU, US$ 24 bilhões.

A reunião, inaugurada pelo diretor geral da organização, o senegalês Jacques Diouf, ante a presença do presidente da República italiana, Carlo Azeglio Ciampi, que chamar atenção dos países reicos sobre a necessidade de combater a fome.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;