Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Sto.André terá 40 consultórios de campanha

Equipamentos serão referências para diagnóstico de casos respiratórios, diz secretário de Saúde


Thainá Lana
Do Diário do Grande ABC

24/01/2022 | 00:01


Santo André se prepara para abrir 40 novos consultórios ambulatoriais de campanha para tentar controlar o avanço dos casos se síndrome gripal na cidade. Com capacidade de até 5.000 atendimentos diários, a proposta é que os equipamentos atuem como centros de referência para doenças respiratórias e, com isso, ajudem a diminuir o número de atendimento nas unidades de saúde, que apresentam superlotação devido ao aumento de casos da Covid-19 e do vírus da Influenza.

A previsão é que 20 consultórios sejam instalados na UFABC (Universidade Federal do ABC) e os outros 20 em prédio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), na Vila Pires. Nesses espaços, os pacientes com síndromes respiratórias poderão realizar exames como tomografia e raio X, e também terão à disposição o multiteste, exame que está disponível nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) da cidade, e identificam em uma única testagem o vírus da Covid e da Influenza. 

Segundo o secretário de Saúde de Santo André, Márcio Chaves, os ambulatórios serão a porta de entrada para o sistema de saúde do município. “Os equipamentos irão funcionar como dois centros especializados para síndromes respiratórias, com profissionais capacitados para atender a população. Nas unidades, o paciente receberá o diagnóstico e poderá realizar todos os exames necessários, e, caso seja preciso, será encaminhado para uma unidade de saúde”, explica Chaves. 

O início da operação dos consultórios de campanha deve ser divulgado hoje, assim como o horário de funcionamento das estruturas, que ainda está será definido pela Secretaria de Saúde e deverá ser anunciado ainda esta semana, conforme explica o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB). “Estamos realizando diagnósticos nas unidades de saúde da cidade para poder definir qual será o horário de atendimento nos consultórios. Estamos analisando, por exemplo, em quais horários as unidades apresentam mais demandas por conta de casos respiratórias. O objetivo dos consultórios é cobrir essa demanda de doenças respiratórias para que as unidades de saúde possam atender outras patologias”, diz o prefeito. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;