Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Governo estuda prorrogação de incentivos fiscais à indústria

Carga tributária irá de 18% para 12%; se aprovada, medida será avaliada pelo governador José Serra


Do Diário do Grande ABC

05/02/2009 | 07:00


A Comissão de Avaliação da Política de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo discutirá no próximo dia 12 a prorrogação de incentivos fiscais referentes à redução da base de cálculo do ICMS(Imposto Sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços) de mais de dez setores da economia paulista. A medida será levada à comissão pela Secretaria da Fazenda, em atenção a um pleito da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo).

 A proposta é que o incentivo em vigor, que reduz de 18% para 12% a carga tributária até o mês de junho de setores como o têxtil, couro, brinquedos, higiene pessoal e alimentos, entre outros, seja ampliado até o final de dezembro. "Isto reduzirá os efeitos da crise que atravessamos ao aliviar um pouco mais o caixa das empresas beneficiadas, que ainda se ressentem da falta de crédito e demanda retraída. Em um momento em que o juro é abusivo, o financiamento escasso e a liquidez restrita a poucos, reduzir a carga tributária ajuda bastante", afirmou o presidente da Fiesp, Paulo Skaf.

 Caso tenha parecer favorável da comissão, composta pelas Secretarias da Fazenda, do Desenvolvimento e da Economia e Planejamento, a medida seguirá para avaliação do governador José Serra.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governo estuda prorrogação de incentivos fiscais à indústria

Carga tributária irá de 18% para 12%; se aprovada, medida será avaliada pelo governador José Serra

Do Diário do Grande ABC

05/02/2009 | 07:00


A Comissão de Avaliação da Política de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo discutirá no próximo dia 12 a prorrogação de incentivos fiscais referentes à redução da base de cálculo do ICMS(Imposto Sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços) de mais de dez setores da economia paulista. A medida será levada à comissão pela Secretaria da Fazenda, em atenção a um pleito da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo).

 A proposta é que o incentivo em vigor, que reduz de 18% para 12% a carga tributária até o mês de junho de setores como o têxtil, couro, brinquedos, higiene pessoal e alimentos, entre outros, seja ampliado até o final de dezembro. "Isto reduzirá os efeitos da crise que atravessamos ao aliviar um pouco mais o caixa das empresas beneficiadas, que ainda se ressentem da falta de crédito e demanda retraída. Em um momento em que o juro é abusivo, o financiamento escasso e a liquidez restrita a poucos, reduzir a carga tributária ajuda bastante", afirmou o presidente da Fiesp, Paulo Skaf.

 Caso tenha parecer favorável da comissão, composta pelas Secretarias da Fazenda, do Desenvolvimento e da Economia e Planejamento, a medida seguirá para avaliação do governador José Serra.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;