Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Rússia, Belarus e Casaquistão criam nova aliança



29/05/2014 | 05:40


Líderes da Rússia, Belarus e Casaquistão concordaram com a criação de uma aliança para aprofundar os laços econômicos e comerciais. A aliança receberá o nome de União Econômica da Eurásia.

Na capital do Casaquistão, Astana, o presidente Vladimir Putin falou que o pacto leva a cooperação a um "novo nível" e respeita completamente a soberania dos países, além de ajudar a criar um "atrativo centro de desenvolvimento econômico".

Os três países já haviam criado, em 2010, uma união aduaneira. A nova aliança prevê, além do livre comércio, coordenar os sistemas financeiros e regular as políticas na indústria e na agricultura.

No entanto, o acordo não chega a introduzir uma moeda única e atrasa a criação de um mercado comum de energia. A assinatura segue anos de tensas negociações e muitas diferenças ainda permanecem.

O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, que depende da energia barata da Rússia e de outros subsídios, declarou antes de assinar o acordo que não está completamente feliz com os termos, mas que eles refletem um compromisso mutuamente aceitável. Já Nursultan Nazarbayev, presidente do Casaquistão, afirmou que o pacto é baseado em consenso e leva em conta os interesses de todos os envolvidos. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rússia, Belarus e Casaquistão criam nova aliança


29/05/2014 | 05:40


Líderes da Rússia, Belarus e Casaquistão concordaram com a criação de uma aliança para aprofundar os laços econômicos e comerciais. A aliança receberá o nome de União Econômica da Eurásia.

Na capital do Casaquistão, Astana, o presidente Vladimir Putin falou que o pacto leva a cooperação a um "novo nível" e respeita completamente a soberania dos países, além de ajudar a criar um "atrativo centro de desenvolvimento econômico".

Os três países já haviam criado, em 2010, uma união aduaneira. A nova aliança prevê, além do livre comércio, coordenar os sistemas financeiros e regular as políticas na indústria e na agricultura.

No entanto, o acordo não chega a introduzir uma moeda única e atrasa a criação de um mercado comum de energia. A assinatura segue anos de tensas negociações e muitas diferenças ainda permanecem.

O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, que depende da energia barata da Rússia e de outros subsídios, declarou antes de assinar o acordo que não está completamente feliz com os termos, mas que eles refletem um compromisso mutuamente aceitável. Já Nursultan Nazarbayev, presidente do Casaquistão, afirmou que o pacto é baseado em consenso e leva em conta os interesses de todos os envolvidos. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;