Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Morando e França se reúnem pela 1ª vez

Divulgação/PMSBC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito de S.Bernardo e governador focam pauta institucional em 1º encontro após posse do socialista


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

09/05/2018 | 07:00


O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), se reuniu ontem à tarde com o governador de São Paulo, Márcio França (PSB), na primeira agenda pública de ambos desde a posse do socialista como chefe do Estado – ele substituiu o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) no começo de abril.

Segundo o tucano, a reunião foi proposta por França e serviu para reforçar pautas da cidade que estavam em trâmite ainda no governo Alckmin.

“Foi um encontro positivo, no qual a prioridade foi por abordar assuntos do Estado e do município, bem como as políticas estabelecidas. Fiz questão de destacar a prioridade em inaugurar em curto prazo a unidade do Bom Prato na cidade e ter a honra da presença do governador no dia da inauguração oficial”, pontuou o prefeito de São Bernardo, lembrando o projeto que funcionará em espaço anexo ao Poupatempo, no Centro.

Morando e França estão em raias opostas na corrida ao Palácio dos Bandeirantes. O prefeito de São Bernardo está na linha de frente da pré-campanha do ex-prefeito da Capital João Doria (PSDB), enquanto o socialista concorrerá à reeleição.

A relação de ambos estremeceu quando a executiva estadual do PSDB decidiu expulsar o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, pelo fato de ele ter declarado apoio à tentativa de reeleição de França. Aliás, o clima entre os partidários de Márcio França e os defensores de Doria está ruim desde que os dois oficializaram desejo de concorrer ao Palácio dos Bandeirantes.

O Diário apurou que, na conversa de ontem, Morando e França buscaram tom conciliatório ao focar a agenda em debates institucionais, deixando eleição fora da conversa. Além do Bom Prato, o governo do Estado, ainda na gestão Alckmin, encaminhou a instalação de uma Fábrica de Cultura no lugar onde o ex-prefeito Luiz Marinho (PT) iniciou a construção do Museu do Trabalho e do Trabalhador – a obra foi alvo de operação da PF (Polícia Federal) e do MPF (Ministério Público Federal) por suspeita de desvio de recursos.

“São Bernardo é uma importante cidade e o Estado tem reafirmado seu trabalho em conjunto”, considerou França.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Morando e França se reúnem pela 1ª vez

Prefeito de S.Bernardo e governador focam pauta institucional em 1º encontro após posse do socialista

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

09/05/2018 | 07:00


O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), se reuniu ontem à tarde com o governador de São Paulo, Márcio França (PSB), na primeira agenda pública de ambos desde a posse do socialista como chefe do Estado – ele substituiu o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) no começo de abril.

Segundo o tucano, a reunião foi proposta por França e serviu para reforçar pautas da cidade que estavam em trâmite ainda no governo Alckmin.

“Foi um encontro positivo, no qual a prioridade foi por abordar assuntos do Estado e do município, bem como as políticas estabelecidas. Fiz questão de destacar a prioridade em inaugurar em curto prazo a unidade do Bom Prato na cidade e ter a honra da presença do governador no dia da inauguração oficial”, pontuou o prefeito de São Bernardo, lembrando o projeto que funcionará em espaço anexo ao Poupatempo, no Centro.

Morando e França estão em raias opostas na corrida ao Palácio dos Bandeirantes. O prefeito de São Bernardo está na linha de frente da pré-campanha do ex-prefeito da Capital João Doria (PSDB), enquanto o socialista concorrerá à reeleição.

A relação de ambos estremeceu quando a executiva estadual do PSDB decidiu expulsar o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, pelo fato de ele ter declarado apoio à tentativa de reeleição de França. Aliás, o clima entre os partidários de Márcio França e os defensores de Doria está ruim desde que os dois oficializaram desejo de concorrer ao Palácio dos Bandeirantes.

O Diário apurou que, na conversa de ontem, Morando e França buscaram tom conciliatório ao focar a agenda em debates institucionais, deixando eleição fora da conversa. Além do Bom Prato, o governo do Estado, ainda na gestão Alckmin, encaminhou a instalação de uma Fábrica de Cultura no lugar onde o ex-prefeito Luiz Marinho (PT) iniciou a construção do Museu do Trabalho e do Trabalhador – a obra foi alvo de operação da PF (Polícia Federal) e do MPF (Ministério Público Federal) por suspeita de desvio de recursos.

“São Bernardo é uma importante cidade e o Estado tem reafirmado seu trabalho em conjunto”, considerou França.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;