Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Rio Grande antecipa festa com desfile cívico

Andréa Iseki/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cerca de 7.000 pessoas passaram por avenida para acompanhar as comemorações


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

02/05/2014 | 07:00


Prestes a completar 50 anos de sua emancipação administrativa, Rio Grande da Serra antecipou em dois dias os festejos de aniversário e aproveitou o feriado do Dia do Trabalho para iniciar as comemorações. Hasteamento da bandeira, desfile cívico e sessão solene na Câmara Municipal marcaram as celebrações durante todo o dia de ontem.

A primeira atividade foi realizada às 8h na Rua Progresso, no Centro, quando foi oficialmente hasteada a bandeira do município, que se emancipou de Ribeirão Pires em 1964 e tornou-se a cidade mais nova entre as sete do Grande ABC.

O desfile cívico, na Avenida Dom Pedro I, começou às 9h e teve apresentações de dança e fanfarra feitas por alunos das escolas da rede pública, além de exibição da frota de carros e motocicletas da Polícia Militar. Para acompanhar as festividades, dezenas de espectadores se amontoavam em barranco localizado em frente à delegacia. Segundo a Prefeitura, cerca de 7.000 pessoas passaram pela via durante a manhã.

Acompanhado de vereadores e secretários municipais, o prefeito Gabriel Maranhão (PSDB) destacou os projetos em execução para melhorar o atendimento à população. “O nosso primeiro ano (de governo) foi o da semeadura. Fico feliz por ver que o que foi plantado está germinando. Mais um ano, Rio Grande da Serra se transforma em um grande canteiro de obras”, salientou.

Entre os projetos em andamento citados pelo chefe do Executivo estão a construção de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e de uma escola.

Amanhã, dia do aniversário da cidade, será celebrada missa de Ação de Graças na Igreja Matriz de São Sebastião, a partir das 16h. O endereço da paróquia é Largo da Matriz, 40, no Centro.

SOSSEGO

Apesar de estar localizada a quase 50 quilômetros da Capital e a cerca de 25 quilômetros de Santo André, Rio Grande da Serra é elogiada por moradores quando o assunto é qualidade de vida. A tranquilidade e a segurança são destacadas pelos que escolheram viver no município. Segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) feita em 2012, a população é de aproximadamente 45 mil habitantes.

“É uma cidade muito boa para se morar. Trabalho aqui há 18 anos e não trocaria por lugar nenhum”, garantiu o cozinheiro Ricardo de Jesus dos Santos, 36 anos. O contato próximo com a natureza também foi destacado pelo morador. Cem por cento do território da cidade fica localizado em área de proteção aos mananciais.

A dona de casa Lúcia Helena Maia, 54, também considera que “vale a pena” morar em Rio Grande, mas pondera que há poucas oportunidades de trabalho. “Os bons empregos ficam nas cidades vizinhas, como Ribeirão Pires, Mauá e Santo André.”

Já a dona de casa Lourdes Lopes Silva, 43, avalia que são boas as opções de trabalho e lazer, mas cobra melhorias na área da Saúde. “Quando precisamos passar por atendimento médico, principalmente se for depois das 18h, temos de ir para Ribeirão Pires. Aqui não tem condições”, lamentou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rio Grande antecipa festa com desfile cívico

Cerca de 7.000 pessoas passaram por avenida para acompanhar as comemorações

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

02/05/2014 | 07:00


Prestes a completar 50 anos de sua emancipação administrativa, Rio Grande da Serra antecipou em dois dias os festejos de aniversário e aproveitou o feriado do Dia do Trabalho para iniciar as comemorações. Hasteamento da bandeira, desfile cívico e sessão solene na Câmara Municipal marcaram as celebrações durante todo o dia de ontem.

A primeira atividade foi realizada às 8h na Rua Progresso, no Centro, quando foi oficialmente hasteada a bandeira do município, que se emancipou de Ribeirão Pires em 1964 e tornou-se a cidade mais nova entre as sete do Grande ABC.

O desfile cívico, na Avenida Dom Pedro I, começou às 9h e teve apresentações de dança e fanfarra feitas por alunos das escolas da rede pública, além de exibição da frota de carros e motocicletas da Polícia Militar. Para acompanhar as festividades, dezenas de espectadores se amontoavam em barranco localizado em frente à delegacia. Segundo a Prefeitura, cerca de 7.000 pessoas passaram pela via durante a manhã.

Acompanhado de vereadores e secretários municipais, o prefeito Gabriel Maranhão (PSDB) destacou os projetos em execução para melhorar o atendimento à população. “O nosso primeiro ano (de governo) foi o da semeadura. Fico feliz por ver que o que foi plantado está germinando. Mais um ano, Rio Grande da Serra se transforma em um grande canteiro de obras”, salientou.

Entre os projetos em andamento citados pelo chefe do Executivo estão a construção de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e de uma escola.

Amanhã, dia do aniversário da cidade, será celebrada missa de Ação de Graças na Igreja Matriz de São Sebastião, a partir das 16h. O endereço da paróquia é Largo da Matriz, 40, no Centro.

SOSSEGO

Apesar de estar localizada a quase 50 quilômetros da Capital e a cerca de 25 quilômetros de Santo André, Rio Grande da Serra é elogiada por moradores quando o assunto é qualidade de vida. A tranquilidade e a segurança são destacadas pelos que escolheram viver no município. Segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) feita em 2012, a população é de aproximadamente 45 mil habitantes.

“É uma cidade muito boa para se morar. Trabalho aqui há 18 anos e não trocaria por lugar nenhum”, garantiu o cozinheiro Ricardo de Jesus dos Santos, 36 anos. O contato próximo com a natureza também foi destacado pelo morador. Cem por cento do território da cidade fica localizado em área de proteção aos mananciais.

A dona de casa Lúcia Helena Maia, 54, também considera que “vale a pena” morar em Rio Grande, mas pondera que há poucas oportunidades de trabalho. “Os bons empregos ficam nas cidades vizinhas, como Ribeirão Pires, Mauá e Santo André.”

Já a dona de casa Lourdes Lopes Silva, 43, avalia que são boas as opções de trabalho e lazer, mas cobra melhorias na área da Saúde. “Quando precisamos passar por atendimento médico, principalmente se for depois das 18h, temos de ir para Ribeirão Pires. Aqui não tem condições”, lamentou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;