Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Update Coronavírus: Espanha aprova estado de emergência; Itália impõe restrições



25/10/2020 | 13:39


A Espanha declarou um segundo estado de emergência nacional neste domingo, impondo um toque de recolher em todo o país, exceto nas Ilhas Canárias, entre 23 horas e 6 horas. Em discurso televisionado, o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, disse que a medida entra em vigor na noite de hoje e visa conter o ressurgimento das infecções por coronavírus.

A Espanha se tornou nesta semana o primeiro país europeu a ultrapassar 1 milhão de casos de covid-19 oficialmente registrados. Contudo, Sánchez admitiu na sexta-feira, 24, em um discurso transmitido pela televisão nacional, que o número real pode ser superior a 3 milhões, devido a lacunas nos testes e outros fatores.

"A realidade é que a Europa e a Espanha estão imersas em uma segunda onda da pandemia", disse Sánchez neste domingo, após reunião com seu gabinete. Ele informou ainda que pedirá ao Parlamento, nesta semana, para prorrogar o estado de emergência por seis meses, até maio.

A Itália também impôs novas medidas de restrição à circulação de pessoas hoje para conter o avanço da covid-19. O primeiro-ministro do país, Giuseppe Conte, assinou um decreto que prevê o fechamento de academias, piscinas e cinemas por pelo menos um mês, a partir de segunda-feira, 26. Também haverá um toque de recolher antecipado em cafés e restaurantes. "Nosso objetivo é proteger a saúde e a economia", disse Conte. Um dia antes, a Itália ultrapassou meio milhão de casos confirmados de coronavírus.

Na Rússia, o número de casos de covid-19 ultrapassou 1,5 milhão neste domingo, com 16.170 novas infecções. O total de infectados é o quarto maior do mundo. A força-tarefa do governo para o coronavírus também contabiliza mais de 26.000 mortes. Apesar da escalada, as autoridades russas vêm rejeitando repetidamente a ideia de uma segunda quarentena, depois de a maioria das restrições relacionadas ao coronavírus terem sido suspensas durante o verão. Várias regiões, entretanto, fecharam boates e limitaram o horário de funcionamento de restaurantes e bares.

Na Austrália, um surto de covid-19 no norte de Melbourne levou as autoridades de saúde a adiar qualquer afrouxamento das restrições para conter a pandemia. Na Índia, uma temporada de festivais hindus está levantando temores de que uma nova onda possa levar a retrocessos no combate ao vírus. Fonte: Associated Press



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Update Coronavírus: Espanha aprova estado de emergência; Itália impõe restrições


25/10/2020 | 13:39


A Espanha declarou um segundo estado de emergência nacional neste domingo, impondo um toque de recolher em todo o país, exceto nas Ilhas Canárias, entre 23 horas e 6 horas. Em discurso televisionado, o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, disse que a medida entra em vigor na noite de hoje e visa conter o ressurgimento das infecções por coronavírus.

A Espanha se tornou nesta semana o primeiro país europeu a ultrapassar 1 milhão de casos de covid-19 oficialmente registrados. Contudo, Sánchez admitiu na sexta-feira, 24, em um discurso transmitido pela televisão nacional, que o número real pode ser superior a 3 milhões, devido a lacunas nos testes e outros fatores.

"A realidade é que a Europa e a Espanha estão imersas em uma segunda onda da pandemia", disse Sánchez neste domingo, após reunião com seu gabinete. Ele informou ainda que pedirá ao Parlamento, nesta semana, para prorrogar o estado de emergência por seis meses, até maio.

A Itália também impôs novas medidas de restrição à circulação de pessoas hoje para conter o avanço da covid-19. O primeiro-ministro do país, Giuseppe Conte, assinou um decreto que prevê o fechamento de academias, piscinas e cinemas por pelo menos um mês, a partir de segunda-feira, 26. Também haverá um toque de recolher antecipado em cafés e restaurantes. "Nosso objetivo é proteger a saúde e a economia", disse Conte. Um dia antes, a Itália ultrapassou meio milhão de casos confirmados de coronavírus.

Na Rússia, o número de casos de covid-19 ultrapassou 1,5 milhão neste domingo, com 16.170 novas infecções. O total de infectados é o quarto maior do mundo. A força-tarefa do governo para o coronavírus também contabiliza mais de 26.000 mortes. Apesar da escalada, as autoridades russas vêm rejeitando repetidamente a ideia de uma segunda quarentena, depois de a maioria das restrições relacionadas ao coronavírus terem sido suspensas durante o verão. Várias regiões, entretanto, fecharam boates e limitaram o horário de funcionamento de restaurantes e bares.

Na Austrália, um surto de covid-19 no norte de Melbourne levou as autoridades de saúde a adiar qualquer afrouxamento das restrições para conter a pandemia. Na Índia, uma temporada de festivais hindus está levantando temores de que uma nova onda possa levar a retrocessos no combate ao vírus. Fonte: Associated Press

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;