Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Calamidade ainda atinge nove cidades em PE



11/05/2011 | 06:52


Nove cidades da região da Zona da Mata de Pernambuco ainda se encontram em estado de calamidade em razão das fortes chuvas. O nível dos rios já baixou, mas é impossível se trafegar na maioria das estradas de terra, deixando centenas de famílias de várias comunidades sem água potável e comida.

Um helicóptero da Secretaria de Defesa Social começou ontem a entregar mantimentos para as famílias isoladas. A central de arrecadação de mantimentos montada na cidade de Palmares está lotada de cestas básicas, mas a distribuição esbarra na situação das estradas.

São pelo menos cinco mil famílias desabrigadas, instaladas em 227 abrigos públicos; e cerca de 10 mil que recorreram a casas de parentes e amigos. Os municípios que decretaram calamidade, para assim conseguir recursos estadual e federal mais rápido, são: Água Preta, Barreiros, Catende, Cortês, Jaqueira, Maraial, Palmares, Primavera e Xexéu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Calamidade ainda atinge nove cidades em PE


11/05/2011 | 06:52


Nove cidades da região da Zona da Mata de Pernambuco ainda se encontram em estado de calamidade em razão das fortes chuvas. O nível dos rios já baixou, mas é impossível se trafegar na maioria das estradas de terra, deixando centenas de famílias de várias comunidades sem água potável e comida.

Um helicóptero da Secretaria de Defesa Social começou ontem a entregar mantimentos para as famílias isoladas. A central de arrecadação de mantimentos montada na cidade de Palmares está lotada de cestas básicas, mas a distribuição esbarra na situação das estradas.

São pelo menos cinco mil famílias desabrigadas, instaladas em 227 abrigos públicos; e cerca de 10 mil que recorreram a casas de parentes e amigos. Os municípios que decretaram calamidade, para assim conseguir recursos estadual e federal mais rápido, são: Água Preta, Barreiros, Catende, Cortês, Jaqueira, Maraial, Palmares, Primavera e Xexéu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;