Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ex-diretor de cadeia onde chinês foi morto continuará preso


Do Diário OnLine

09/12/2003 | 12:52


O ex-diretor do Presídio Ary Franco (Rio de Janeiro) Luiz Gustavo Matias Silva, que é oficial da Polícia Militar, vai continuar preso pela morte do comerciante chinês naturalizado brasileiro Chan Kin Chang. O ministro Jorge Scartezzini, da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), não aceitou o pedido de habeas-corpus feito pelos defensores do acusado.

Matias Silva foi detido por omissão, pois não abriu sindicância para apurar os responsáveis pelo espancamento da vítima dentro do Ary Franco. Ele está sendo denunciado com base na Lei de Tortura.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;