Fechar
Publicidade

Domingo, 31 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Brasília tem a primeira morte por coronavírus; País tem pelo menos 119 vítimas



29/03/2020 | 12:23


O governo do Distrito Federal informou neste domingo, 29, a primeira morte em decorrência do novo coronavírus na capital do País. Viviane Rocha de Luiz, de 61 anos, havia dado entrar no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) na madrugada do dia 22 deste mês com "quadro de febre, desconforto respiratório, com histórico de contato com paciente confirmado de covid-19 proveniente de São Paulo, tendo como comorbidades obesidade mórbida, hipertensão arterial sem tratamento e ex-tabagista", informou o governo.

Segundo a nota, ela teve uma parada cardiorrespiratória no dia 23, às 11h40.

O primeiro exame para detectar o novo coronavírus foi inconclusivo, mas a contraprova enviada para o laboratório da Fiocruz confirmou a infecção.

O Ministério da Saúde divulgou no sábado, 28, o número oficial de 114 mortos no País.

Desde o anúncio, secretarias estaduais indicaram a ocorrência de mais cinco mortes.

Além desta de Brasília, foram mais dois em São Paulo, um no Rio Grande do Norte e um na Bahia.

Na sexta-feira, 27, o governo do DF havia divulgado que um indígena havia morrido pela doença, mas no dia seguinte, disse que o homem possuía suspeita de novo coronavírus na certidão de óbito, mas testou negativo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasília tem a primeira morte por coronavírus; País tem pelo menos 119 vítimas


29/03/2020 | 12:23


O governo do Distrito Federal informou neste domingo, 29, a primeira morte em decorrência do novo coronavírus na capital do País. Viviane Rocha de Luiz, de 61 anos, havia dado entrar no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) na madrugada do dia 22 deste mês com "quadro de febre, desconforto respiratório, com histórico de contato com paciente confirmado de covid-19 proveniente de São Paulo, tendo como comorbidades obesidade mórbida, hipertensão arterial sem tratamento e ex-tabagista", informou o governo.

Segundo a nota, ela teve uma parada cardiorrespiratória no dia 23, às 11h40.

O primeiro exame para detectar o novo coronavírus foi inconclusivo, mas a contraprova enviada para o laboratório da Fiocruz confirmou a infecção.

O Ministério da Saúde divulgou no sábado, 28, o número oficial de 114 mortos no País.

Desde o anúncio, secretarias estaduais indicaram a ocorrência de mais cinco mortes.

Além desta de Brasília, foram mais dois em São Paulo, um no Rio Grande do Norte e um na Bahia.

Na sexta-feira, 27, o governo do DF havia divulgado que um indígena havia morrido pela doença, mas no dia seguinte, disse que o homem possuía suspeita de novo coronavírus na certidão de óbito, mas testou negativo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;