Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

RETROSPECTIVA: Temporada marca ‘renascimentos’ de Azulão e Cachorrão

São Caetano volta à elite com título da Série A-2; EC S.Bernardo fica com o vice da Segundona, mas retorna para a Série A-3


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

31/12/2017 | 07:00


 Depois de duas temporadas batendo na trave, em 2017 chegou, enfim, a vez de a torcida do São Caetano tirar o grito de ‘campeão’ da garganta com o título do Paulista da Série A-2. E o fez com direito a bônus: após quatro anos, retornou à elite do futebol estadual e garantiu vaga na próxima edição da Copa do Brasil.

Apostando em projeto a longo prazo sob comando do técnico Luís Carlos Martins, o Azulão manteve espinha dorsal e trouxe peças pontuais, que acabaram sendo fundamentais. São os casos da dupla de ataque Ermínio e Carlão, autores de 18 dos 32 gols.

O São Caetano despontou como um dos favoritos juntamente com o vizinho Água Santa. Ambos se classificaram antecipadamente às semifinais, com o Netuno à frente, por ter melhor campanha, seguido de perto pelo Azulão. Nas semifinais, porém, os são-caetanenses fizeram a lição de casa ante o Rio Claro, enquanto os diademenses caíram no Inamar para o Bragantino, nos pênaltis. Na decisão, triunfo azulino com muita festa pelo retorno ao Paulistão.

E é justamente na elite que o Santo André permaneceu. Foi difícil, com definição no fim do jogo contra o Audax, em Osasco, mas o Ramalhão se livrou da degola e, de quebra, disputou o Troféu do Interior, o qual foi vice após empate contra o Ituano em pleno Bruno Daniel – que voltou a receber jogos noturnos.

Quem vai encontrar o Água Santa na Série A-2 em 2018 é o São Bernardo, rebaixado no Paulistão após fraca campanha. Em meio às conturbadas situações política e administrativa, passou por troca de presidente – saiu Thiago Ferreira e retornou Edinho Montemor – e fez sua estreia na Série D do Brasileiro, na qual chegou às oitavas de final, mas foi eliminado em casa, nas penalidades, pelo São José-RS.

Já o conterrâneo EC São Bernardo pôde, após 24 anos, celebrar o acesso à Série A-3 do Estadual. Na final, foi derrotado pelo Manthiqueira, mas o vice foi suficiente para o Cachorrão celebrar seu renascimento.

 

Região faz história ao sediar Jogos Abertos compartilhados

 

O Grande ABC topou o desafio e, pela primeira vez, os Jogos Abertos do Interior foram disputados em uma região-sede ao invés de em apenas uma cidade. Santo André, São Bernardo, São Caetano, Mauá e Ribeirão Pires se organizaram, por intermédio do Consórcio Intermunicipal, e receberam a Olimpíada Capira entre os dias 15 e 26 de novembro.

As 32 modalidades em disputa trouxeram aproximadamente 15 mil pessoas ao Grande ABC, entre atletas, comissões técnicas e dirigentes, utilizando escolas como alojamentos e instalações esportivas como palcos para desfile de competidores de todas as idades e categorias – desde amadores até campeões olímpicos, como os ginastas Arthur Zanetti e Diego Hypólito, a nadadora Poliana Okimoto e o jogador de vôlei Rodrigão, que agora se aventura nas praias. Daniele Hypólito acendeu a pira olímpica.

No fim das contas, a cidade de São José dos Campos ficou com o título geral, com 320 pontos, seguida por São Bernardo (266) e São Caetano (179). Entre os demais representantes da região, Santo André terminou em nono lugar, Mauá, em 19º, Ribeirão Pires, em 54º, e Diadema, em 84º.

 

Corinthians se consolida a 1ª força

 

De quarta força do futebol estadual a campeão paulista e heptacampeão brasileiro. A temporada, que para o Corinthians começou cercada por dúvidas sobre o não badalado técnico Fábio Carille e a falta de reforços de peso, terminou com o treinador apontado o melhor do futebol nacional e o questionado atacante Jô como artilheiro do Brasileirão.

Durante o Estadual, o Timão foi encorpando aos poucos. Tanto que perdeu apenas duas partidas, para o Santo André, em plena Arena, e Ferroviária, no Interior. Nas fases finais, teve desempenho avassalador: eliminou o São Paulo na semi e triunfou sobre a Ponte Preta nas finais, conquistando o Estadual pela 28ª vez.

Na Copa do Brasil e na Sul-Americana não conseguiu passar – respectivamente – da quarta fase e das oitavas de final. Mas o resultado final da temporada fez o torcedor esquecer essas frustrações. Após primeiro turno histórico e impecável no Brasileirão, quando finalizou as primeiras 19 rodadas de maneira invicta (venceu 14 e empatou cinco), na segunda metade se aproveitou da gordura conquistada e venceu o Palmeiras em jogo-chave, na 32ª rodada, por 3 a 2, na Arena, para seguir rumo ao sétimo título nacional.

O Verdão, aliás, foi a grande decepção de 2017. Apesar dos R$ 116,9 milhões investidos em reforços – o principal deles, Borja – acabou eliminado na semi do Paulistão, nas quartas da Libertadores (que teve o Grêmio como campeão) e foi vice do Brasileiro, no qual o Santos foi terceiro e o São Paulo, após o fiasco com Rogério Cnei, ficou no lucro, em 13º, livre do rebaixamento.

 

LINHA DO TEMPO

 

Janeiro
Bernardinho deixa comando da Seleção após 16 anos. Presidente do Água Santa, Paulo Sirqueira dá soco em árbitro auxiliar na Copa São Paulo, que teve Corinthians campeão.

 

Fevereiro
Histórico, Super Bowl tem 24 recordes nos Estados Unidos – New England Patriots vence Atlanta Falcons por 34 a 28. Santo André troca Toninho Cecílio por Sérgio Soares.

 

Março
São Bernardo contrata a ginasta Daniele Hypólito. Brasil garante vaga na Copa da Rússia. Tigre perde do São Paulo e acaba rebaixado para a Série A-2 do Paulista.

 

Abril
Copa Diário de Futsal tem Napoli B, Pânico e BinLaden campeões. Após seis anos, Bruno Daniel volta a ter iluminação. Ramalhão perde Torneio do Interior para o Ituano.

Maio

Corinthians derrota a Ponte e conquista o Paulistão pela 28ª vez. São Caetano alcança acesso e conquista o bicampeonato da Série A-2 – Água Santa cai na semifinal.

 

Junho
São Bernardo recebe GP Brasil de Atletismo. Tigre debuta na Série D do Brasileiro. Levir Culpi substitui Dorival Júnior no Santos. Cubana Ariadna volta ao basquete andreense.

 

Julho
Rogério Ceni é demitido do São Paulo. Alemanha leva título da Copa das Confederações. São Bernardo sedia Jogos Regionais. Edinho Montemor volta a presidir o Tigre.

 

Agosto
Neymar troca Barcelona pelo PSG. Jamaicano Usain Bolt anuncia aposentadoria das pistas. Palmeiras perde nos pênaltis e dá adeus ao sonho da Libertadores.

 

Setembro
Santo André completa 50 anos. Cinco dias depois, morre o presidente em exercício Jairo Livolis. EC São Bernardo retorna para a Série A-3 do Paulista após 24 temporadas.

 

Outubro
EC São Bernardo perde título da Segundona para o Manthiqueira. Presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman é preso. Palmeiras demite Cuca. Hamilton leva tetra da Fórmula 1.

 

Novembro
Santo André conquista o bicampeonato do Paulista de Basquete. Corinthians fatura hepta do Campeonato rasileiro. Grêmio é tricampeão da Copa Libertadores.

 

Dezembro

Ídolo da torcida, Raí retorna ao São Paulo como diretor de futebol. Real Madrid derrota Grêmio e leva Mundial pela sexta vez. Daniel Serra fatura título da Stock Car.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;