Fechar
Publicidade

Domingo, 12 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Saned amplia reservatório no Eldorado

Andréa Iseki/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

15/11/2012 | 07:00


Para diminuir o risco de falta d'água, a Saned (Companhia de Saneamento de Diadema) irá ampliar o reservatório no bairro Eldorado, região Sul da cidade. Com a obra, o equipamento terá capacidade para armazenar até 10 milhões de litros - o dobro do limite atual. A verba, no valor de R$ 3,5 milhões, foi repassada pelo governo federal por meio do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento).

A abertura das propostas para a execução do serviço deverá ser feita no dia 3. A estimativa é que a construção comece um mês depois. O prazo para conclusão é de um ano. Segundo a Saned, a obra beneficiará diretamente cerca de 60 mil moradores dos bairros Eldorado e Inamar.

"A ampliação irá diminuir o problema da falta d'água, além de aumentar a pressão no abastecimento", explica a gerente de desenvolvimento e projetos da companhia, Carla Brevilieri. Por funcionar em ponto alto da cidade, não será necessária a instalação de bombas. "O equipamento abastece por gravidade", acrescenta.

Ao todo, o contrato assinado com o PAC 2 prevê repasse de cerca de R$ 6 milhões. Além da ampliação do reservatório, serão feitos projetos executivos para criação de coletores de esgoto e microssetorização das redes de água. "O objetivo é subdividir nossa malha de tubulações em áreas menores para identificar e reduzir as perdas de água", informa a gerente. Atualmente, cerca de 40% da água fornecida no município não é cobrada devido a vazamentos ou problemas em hidrômetros.

Outro projeto terá como objetivo apontar as diretrizes para implantação de coletor tronco no Ribeirão dos Couros, próximo à divisa com São Bernardo. A tubulação, com extensão de sete quilômetros, coletará o esgoto das regiões Sul, Leste e Oeste da cidade e levará para a Estação de Tratamento da Sabesp. O investimento será de R$ 1,4 milhão. O terceiro projeto será para implantar redes coletoras nos pontos mais baixos do município.

No dia 19, a presidente da Saned, Neuceli Bonafé, irá a Brasília para pleitear mais recursos para o saneamento de Diadema. A autarquia irá solicitar repasse de R$ 98 milhões. Apenas para a construção do coletor Couros, a estimativa é que sejam gastos R$ 40 milhões. Atualmente, estão em fase de implantação os coletores Curral Grande, Monteiros e Canhema. Após a conclusão, a taxa de esgoto enviado para tratamento subirá de 13% para 67%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saned amplia reservatório no Eldorado

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

15/11/2012 | 07:00


Para diminuir o risco de falta d'água, a Saned (Companhia de Saneamento de Diadema) irá ampliar o reservatório no bairro Eldorado, região Sul da cidade. Com a obra, o equipamento terá capacidade para armazenar até 10 milhões de litros - o dobro do limite atual. A verba, no valor de R$ 3,5 milhões, foi repassada pelo governo federal por meio do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento).

A abertura das propostas para a execução do serviço deverá ser feita no dia 3. A estimativa é que a construção comece um mês depois. O prazo para conclusão é de um ano. Segundo a Saned, a obra beneficiará diretamente cerca de 60 mil moradores dos bairros Eldorado e Inamar.

"A ampliação irá diminuir o problema da falta d'água, além de aumentar a pressão no abastecimento", explica a gerente de desenvolvimento e projetos da companhia, Carla Brevilieri. Por funcionar em ponto alto da cidade, não será necessária a instalação de bombas. "O equipamento abastece por gravidade", acrescenta.

Ao todo, o contrato assinado com o PAC 2 prevê repasse de cerca de R$ 6 milhões. Além da ampliação do reservatório, serão feitos projetos executivos para criação de coletores de esgoto e microssetorização das redes de água. "O objetivo é subdividir nossa malha de tubulações em áreas menores para identificar e reduzir as perdas de água", informa a gerente. Atualmente, cerca de 40% da água fornecida no município não é cobrada devido a vazamentos ou problemas em hidrômetros.

Outro projeto terá como objetivo apontar as diretrizes para implantação de coletor tronco no Ribeirão dos Couros, próximo à divisa com São Bernardo. A tubulação, com extensão de sete quilômetros, coletará o esgoto das regiões Sul, Leste e Oeste da cidade e levará para a Estação de Tratamento da Sabesp. O investimento será de R$ 1,4 milhão. O terceiro projeto será para implantar redes coletoras nos pontos mais baixos do município.

No dia 19, a presidente da Saned, Neuceli Bonafé, irá a Brasília para pleitear mais recursos para o saneamento de Diadema. A autarquia irá solicitar repasse de R$ 98 milhões. Apenas para a construção do coletor Couros, a estimativa é que sejam gastos R$ 40 milhões. Atualmente, estão em fase de implantação os coletores Curral Grande, Monteiros e Canhema. Após a conclusão, a taxa de esgoto enviado para tratamento subirá de 13% para 67%.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;