Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 25 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

FUP comemora saída de Parente e o acusa de 'causar apagão' no País



01/06/2018 | 13:05


A Federação Única dos Petroleiros (FUP), que representa parte dos empregados da Petrobras, divulgou um vídeo no qual o coordenador geral da entidade, José Maria Rangel, comemora o pedido de demissão de Pedro Parente da presidência da petroleira.

"As manifestações dos caminhoneiros, dos verdadeiros caminhoneiros, e dos petroleiros conseguiram desnudar a fama de bom gestor do Pedro Parente. Ele foi causador do segundo apagão do País, que prejudicou imensamente a população brasileira, a sua política entreguista, a sua política de só olhar o mercado financeiro", declarou Rangel, no vídeo.

Os petroleiros da estatal iniciaram uma greve de 72 horas à zero hora de quarta-feira, 30, mas o movimento perdeu força e praticamente foi encerrado no dia seguinte. Em nota, a FUP orientou sindicatos filiados a suspender a paralisação, acusando o Tribunal Superior do Trabalho (TST) de "criminalizar" o movimento sindical.

O TST considerou a greve ilegal e determinou a aplicação de multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento, posteriormente elevada para R$ 2 milhões. No início da tarde desta quinta-feira, 31, a Petrobras divulgou, em nota, que os empregados tinham voltado ao trabalho em 95% das unidades.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

FUP comemora saída de Parente e o acusa de 'causar apagão' no País


01/06/2018 | 13:05


A Federação Única dos Petroleiros (FUP), que representa parte dos empregados da Petrobras, divulgou um vídeo no qual o coordenador geral da entidade, José Maria Rangel, comemora o pedido de demissão de Pedro Parente da presidência da petroleira.

"As manifestações dos caminhoneiros, dos verdadeiros caminhoneiros, e dos petroleiros conseguiram desnudar a fama de bom gestor do Pedro Parente. Ele foi causador do segundo apagão do País, que prejudicou imensamente a população brasileira, a sua política entreguista, a sua política de só olhar o mercado financeiro", declarou Rangel, no vídeo.

Os petroleiros da estatal iniciaram uma greve de 72 horas à zero hora de quarta-feira, 30, mas o movimento perdeu força e praticamente foi encerrado no dia seguinte. Em nota, a FUP orientou sindicatos filiados a suspender a paralisação, acusando o Tribunal Superior do Trabalho (TST) de "criminalizar" o movimento sindical.

O TST considerou a greve ilegal e determinou a aplicação de multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento, posteriormente elevada para R$ 2 milhões. No início da tarde desta quinta-feira, 31, a Petrobras divulgou, em nota, que os empregados tinham voltado ao trabalho em 95% das unidades.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;