Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Dirigentes se reúnem para discutir ação contra Marin



22/03/2012 | 00:15


O grupo de presidentes de federações estaduais contrários à permanência de José Maria Marin à frente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está reunido no Rio. Os dirigentes começaram o encontro na noite desta quarta-feira, e as discussões estavam previstas para avançar durante a madrugada. Na manhã desta quinta, o grupo volta a se reunir.

Os dirigentes vão debater se pressionam o novo presidente da CBF pela convocação de eleição ou se tentam a realização de uma assembleia geral extraordinária, já que a próxima, ordinária, está prevista só para abril de 2015 - e dura até lá o mandato de Marin, que assumiu após a renúncia de Ricardo Teixeira em 12 de março.

Para a reunião, estava prevista a participação dos presidentes das federações de Bahia, Ednaldo Rodrigues, Rio Grande do Sul, Francisco Noveletto Neto, Minas Gerais, Paulo Schettino, Paraná, Hélio Cury, e Rio, Rubens Lopes. Antes mesmo de Marin assumir, o grupo, chamado de "rebelde" pelos demais dirigentes, já defendia a convocação de eleição em caso de renúncia de Ricardo Teixeira.

Os dirigentes queriam evitar a posse de Marin - prevista pelo estatuto da CBF, pois era ele o vice-presidente mais idoso da entidade - e a consequente influência do presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marco Polo Del Nero, que é padrinho de Marin na CBF, sobre a administração do amigo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dirigentes se reúnem para discutir ação contra Marin


22/03/2012 | 00:15


O grupo de presidentes de federações estaduais contrários à permanência de José Maria Marin à frente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está reunido no Rio. Os dirigentes começaram o encontro na noite desta quarta-feira, e as discussões estavam previstas para avançar durante a madrugada. Na manhã desta quinta, o grupo volta a se reunir.

Os dirigentes vão debater se pressionam o novo presidente da CBF pela convocação de eleição ou se tentam a realização de uma assembleia geral extraordinária, já que a próxima, ordinária, está prevista só para abril de 2015 - e dura até lá o mandato de Marin, que assumiu após a renúncia de Ricardo Teixeira em 12 de março.

Para a reunião, estava prevista a participação dos presidentes das federações de Bahia, Ednaldo Rodrigues, Rio Grande do Sul, Francisco Noveletto Neto, Minas Gerais, Paulo Schettino, Paraná, Hélio Cury, e Rio, Rubens Lopes. Antes mesmo de Marin assumir, o grupo, chamado de "rebelde" pelos demais dirigentes, já defendia a convocação de eleição em caso de renúncia de Ricardo Teixeira.

Os dirigentes queriam evitar a posse de Marin - prevista pelo estatuto da CBF, pois era ele o vice-presidente mais idoso da entidade - e a consequente influência do presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marco Polo Del Nero, que é padrinho de Marin na CBF, sobre a administração do amigo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;