Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Monet valoriza o colorido da natureza


Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

27/03/2011 | 07:00


Claude Monet foi menino supersapeca, que não deixava ninguém em paz. Desde pequeno adorava desenhar. Na escola, divertia os amigos com as caricaturas que fazia dos professores. Naquela época, ninguém - nem mesmo os pais - imaginava que ele se transformaria em pintor muito famoso.

Se você nunca ouviu falar nada sobre ele, pode conhecer sua história na exposição Nos Jardins de Monet - Vida e Obra, que está montada na Sabina Escola Parque do Conhecimento, em Santo André.

O francês, que nasceu em 1840, é o principal representante do impressionismo, movimento artístico que não se preocupa em reproduzir exatamente como são as pessoas, paisagens e objetos. Um dos objetivos é dar a impressão de movimento por meio de pinceladas soltas (sem traços certinhos).

De pertinho, os quadros de Monet parecem um monte de borrão de tinta. A gente precisa se afastar da obra para entender o que as imagens representam. A luz também é muito importante no impressionismo; por isso, o artista pintava o mesmo cenário em diferentes horas do dia e estações do ano.

Quem visita a exposição entende tudo e aprende muito mais, principalmente ao ver as 24 releituras (obras feitas por outros artistas inspiradas nas de Monet). O artista plástico Leandro Machanoscki, por exemplo, criou versão divertida com bonequinho Playmobil para a obra Impressão, Nascer do Sol.

Uma apresentação de imagens mostra fotos do pintor e da casa em que morou por muitos anos, em Giverny, na França. Lá, construiu lindo jardim, que aparece em diversas obras. "Ele pintava muito sobre a natureza", explica Matheus Santiago, 10 anos, da Emef Profª Terezinha Nosé, de Santo André. Da mesma escola, Melissa Camacho, 9, também não conhecia Monet. "Era muito criativo. Vou pesquisar mais sobre ele."

No fim de semana, os visitantes podem criar quadros baseados nos trabalhos de Monet na oficina de pintura. Depois, cada um leva sua obra para casa. A notícia ruim é que a exposição deve terminar no dia 1º de maio. Então corra e aproveite.

ONDE - Nos Jardins de Monet - Vida e Obra fica exposta até 1º de maio, na Sabina Escola Parque do Conhecimento (Rua Juquiá, altura do 135, tel.: 4422-2001), em Santo André. Aberta ao público aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 17h. Ingresso: R$ 5 e R$ 10.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;