Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PT enterra projeto de Meneguelli


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

31/12/2015 | 07:00


O PT de São Caetano internamente já enterrou a candidatura a prefeito de Jair Meneguelli, ex-presidente do Sesi (Serviço Social da Indústria) e candidato do partido na eleição em 2000.

O nome do ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC surgiu no início do ano nos bastidores petistas, principalmente pela falta de expoente que pudesse liderar projeto majoritário.

Porém, no segundo semestre Meneguelli pouco articulou politicamente. O retrato do baixo empenho interno foi visto na última sondagem do DGABC Pesquisas, publicada pelo Diário neste mês – Meneguelli foi lembrado por 2,8% dos eleitores, 4 pontos percentuais a menos do que a amostra de fevereiro.

Comenta-se que Meneguelli entrou em rota de colisão com o presidente do diretório municipal, Márcio Della Bella. O ex-sindicalista estaria descontente com os rumos do partido e a condução da direção com relação à iminente saída do vereador Pio Mielo do PT. Também pesou o fato de principais lideranças históricas da legenda anunciarem que estarão fora das urnas – como Hamilton Lacerda e Vera Severiano.

Sem a presença de Meneguelli, o PT vê surgir articulação de dois nomes: Della Bella e o suplente de vereador Ricardo Rios.

Della Bella, além de presidir do diretório, tenta trazer à pauta a história de seu sobrenome. Seu pai, Guiba Della Bella, foi líder sindical da época de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e goza de prestígio junto ao ex-presidente da República.

Ricardo Rios, por sua vez, utilizaria discurso de renovação interna e reconstrução partidária. Desde a eleição de 2004, quando Hamilton Lacerda se emparelhou com o então candidato governista ao Palácio da Cerâmica, José Auricchio Júnior (PSDB), a sigla sofre para manter representatividade em São Caetano.

Em 2008, Jayme Tortorello foi candidato do PT e nem de perto viu a campanha à reeleição de Auricchio – à ocasião, apenas Edgar Nóbrega foi eleito vereador. Em 2012, Nóbrega representou o partido nas urnas, mas retirou a candidatura após divulgação do polêmico caso do mensalinho. O ex-vereador até mesmo saiu do PT depois do episódio (está filiado no PDT).

APOIO AO PREFEITO
Ainda está aberto o debate a respeito do apoio formal do PT à candidatura à reeleição do prefeito Paulo Pinheiro (PMDB). A maioria dos militantes locais defende projeto solo na eleição em 2016, porém, há quem acredite que somente com coalizão com o peemedebista será possível manter a bancada mesmo com a saída de Pio Mielo, único vereador do partido na cidade. Pinheiro, por sua vez, reluta em oficializar o apoio.

Procurado pela equipe do Diário, Meneguelli afirmou que somente Della Bella poderia falar sobre o projeto petista. O presidente do PT não foi localizado para comentar o assunto. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PT enterra projeto de Meneguelli

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

31/12/2015 | 07:00


O PT de São Caetano internamente já enterrou a candidatura a prefeito de Jair Meneguelli, ex-presidente do Sesi (Serviço Social da Indústria) e candidato do partido na eleição em 2000.

O nome do ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC surgiu no início do ano nos bastidores petistas, principalmente pela falta de expoente que pudesse liderar projeto majoritário.

Porém, no segundo semestre Meneguelli pouco articulou politicamente. O retrato do baixo empenho interno foi visto na última sondagem do DGABC Pesquisas, publicada pelo Diário neste mês – Meneguelli foi lembrado por 2,8% dos eleitores, 4 pontos percentuais a menos do que a amostra de fevereiro.

Comenta-se que Meneguelli entrou em rota de colisão com o presidente do diretório municipal, Márcio Della Bella. O ex-sindicalista estaria descontente com os rumos do partido e a condução da direção com relação à iminente saída do vereador Pio Mielo do PT. Também pesou o fato de principais lideranças históricas da legenda anunciarem que estarão fora das urnas – como Hamilton Lacerda e Vera Severiano.

Sem a presença de Meneguelli, o PT vê surgir articulação de dois nomes: Della Bella e o suplente de vereador Ricardo Rios.

Della Bella, além de presidir do diretório, tenta trazer à pauta a história de seu sobrenome. Seu pai, Guiba Della Bella, foi líder sindical da época de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e goza de prestígio junto ao ex-presidente da República.

Ricardo Rios, por sua vez, utilizaria discurso de renovação interna e reconstrução partidária. Desde a eleição de 2004, quando Hamilton Lacerda se emparelhou com o então candidato governista ao Palácio da Cerâmica, José Auricchio Júnior (PSDB), a sigla sofre para manter representatividade em São Caetano.

Em 2008, Jayme Tortorello foi candidato do PT e nem de perto viu a campanha à reeleição de Auricchio – à ocasião, apenas Edgar Nóbrega foi eleito vereador. Em 2012, Nóbrega representou o partido nas urnas, mas retirou a candidatura após divulgação do polêmico caso do mensalinho. O ex-vereador até mesmo saiu do PT depois do episódio (está filiado no PDT).

APOIO AO PREFEITO
Ainda está aberto o debate a respeito do apoio formal do PT à candidatura à reeleição do prefeito Paulo Pinheiro (PMDB). A maioria dos militantes locais defende projeto solo na eleição em 2016, porém, há quem acredite que somente com coalizão com o peemedebista será possível manter a bancada mesmo com a saída de Pio Mielo, único vereador do partido na cidade. Pinheiro, por sua vez, reluta em oficializar o apoio.

Procurado pela equipe do Diário, Meneguelli afirmou que somente Della Bella poderia falar sobre o projeto petista. O presidente do PT não foi localizado para comentar o assunto. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;