Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Professores da rede privada discutem campanha salarial

Pesquisa definirá pauta de reivindicação dos cerca de 7.500 docentes do Grande ABC


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

31/01/2015 | 07:00


Professores da rede privada do Grande ABC se reúnem em assembleia no dia 7 de fevereiro para definir a pauta de reivindicações da campanha salarial da categoria em 2015. O Sinpro ABC (Sindicato dos Professores do ABC) estimula a participação dos docentes em pesquisa disponibilizada no site www.campanhasalarialfepesp.com.br para colher as sugestões.

Conforme o presidente da entidade, José Jorge Maggio, esta é a primeira rodada de negociação com participação dos 25 sindicatos da categoria no Estado. As demandas formarão pautas específicas de cada segmento: Educação Básica, Ensino superior (professores e auxiliares) e Sesi/Senai (professores e técnicos de ensino).

Na região, 7.500 docentes atuam em instituições privadas de ensino. Em todo o Estado, são 60 mil professores e cerca de 56 mil auxiliares no Ensino Superior, além de 6.000 profissionais na rede do Sesi e Senai.

“É uma briga constante pela valorização dos professores para que possamos garantir a qualidade do ensino”, observa Maggio. Entre as principais reclamações dos docentes, o presidente destaca a necessidade de plano de carreira, aumento salarial real acima da inflação, instituição de piso docente para o Ensino Superior e adequação do número de alunos por sala de aula. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Professores da rede privada discutem campanha salarial

Pesquisa definirá pauta de reivindicação dos cerca de 7.500 docentes do Grande ABC

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

31/01/2015 | 07:00


Professores da rede privada do Grande ABC se reúnem em assembleia no dia 7 de fevereiro para definir a pauta de reivindicações da campanha salarial da categoria em 2015. O Sinpro ABC (Sindicato dos Professores do ABC) estimula a participação dos docentes em pesquisa disponibilizada no site www.campanhasalarialfepesp.com.br para colher as sugestões.

Conforme o presidente da entidade, José Jorge Maggio, esta é a primeira rodada de negociação com participação dos 25 sindicatos da categoria no Estado. As demandas formarão pautas específicas de cada segmento: Educação Básica, Ensino superior (professores e auxiliares) e Sesi/Senai (professores e técnicos de ensino).

Na região, 7.500 docentes atuam em instituições privadas de ensino. Em todo o Estado, são 60 mil professores e cerca de 56 mil auxiliares no Ensino Superior, além de 6.000 profissionais na rede do Sesi e Senai.

“É uma briga constante pela valorização dos professores para que possamos garantir a qualidade do ensino”, observa Maggio. Entre as principais reclamações dos docentes, o presidente destaca a necessidade de plano de carreira, aumento salarial real acima da inflação, instituição de piso docente para o Ensino Superior e adequação do número de alunos por sala de aula. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;