Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Tiros matam segurança de candidata no Pará


Do Diário do Grande ABC

20/07/2000 | 00:00


O segurança da Prefeitura de Parauapebas, no sul do Pará, Vanderley Pereira, 33 anos, foi morto na madrugada desta quarta com dois tiros durante um comício da prefeita Isabel Salmen (PSDB), candidata à reeleiçao.

O assassino, segundo o delegado Carlos Mota, que investiga o crime e já ouviu várias testemunhas que participavam do comício, foi o candidato a prefeito pelo PSC, Valdivino Antunes, o Divino Boca Quente.

Valdivino, depois do crime, teria fugido para Eldorado dos Carajás e se escondido na casa de amigos. O delegado informou nao ter pista do criminoso. "Ainda estou apurando como tudo aconteceu", disse Mota. As balas atingiram o peito de Vanderley, que ainda chegou a ser levado em estado grave para o hospital, onde acabou morrendo antes de receber atendimento. O segurança foi enterrado no fim da tarde.

Algumas testemunhas disseram na polícia que Valdivino, homem conhecido na cidade por seu gênio violento, foi armado para o comício. Lá, passou a fazer provocaçoes contra os organizadores da manifestaçao em favor da candidata tucana. Ele teria sido expulso do local por vários homens, mas retornou atirando contra Vanderley. A discussao entre Valdivino e Vanderley seria motivada por uma velha rixa que existia entre ambos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;