Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Seqüestradores libertam casal de gêmeos com 9 meses



24/12/2005 | 09:42


Dois bebês gêmeos de 9 meses de idade foram libertados na noite da última quinta-feira, em Três Lagoas (MS), na divisa com São Paulo, depois de 35 horas em poder de seqüestradores. O pai das crianças, o empresário e pecuarista alemão Klaus Bunning, pagou R$ 200 mil pelo resgate e até o início da tarde de sexta-feira, a polícia não havia localizado os seqüestradores.

O casal de gêmeos foi levado na tarde de quarta-feira por dois homens armados que entraram na casa dos Bunning, na região central de Três Lagoas (MS). Eles renderam o filho mais velho, de 11 anos, que foi atender a campainha, e a mãe das crianças, Paula, e depois fugiram com os gêmeos no Toyota Corolla da família.

Horas depois de abandonar o carro, os seqüestradores fizeram contato com a família de um telefone público da cidade de Andradina (SP) e pediram o resgate. Atendendo às instruções, Bunning levou na tarde de sexta-feira R$ 200 mil em dinheiro num saco plástico, que foi deixado na BR-158, próximo da ponte do rio Sucuriú. No início da noite, o empresário recebeu uma ligação informando o paradeiro dos filhos, que foram encontrados por volta das 22 horas em um terreno baldio de Três Lagoas. A família não quis atender a imprensa, mas segundo a polícia, os bebês passam bem.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Seqüestradores libertam casal de gêmeos com 9 meses


24/12/2005 | 09:42


Dois bebês gêmeos de 9 meses de idade foram libertados na noite da última quinta-feira, em Três Lagoas (MS), na divisa com São Paulo, depois de 35 horas em poder de seqüestradores. O pai das crianças, o empresário e pecuarista alemão Klaus Bunning, pagou R$ 200 mil pelo resgate e até o início da tarde de sexta-feira, a polícia não havia localizado os seqüestradores.

O casal de gêmeos foi levado na tarde de quarta-feira por dois homens armados que entraram na casa dos Bunning, na região central de Três Lagoas (MS). Eles renderam o filho mais velho, de 11 anos, que foi atender a campainha, e a mãe das crianças, Paula, e depois fugiram com os gêmeos no Toyota Corolla da família.

Horas depois de abandonar o carro, os seqüestradores fizeram contato com a família de um telefone público da cidade de Andradina (SP) e pediram o resgate. Atendendo às instruções, Bunning levou na tarde de sexta-feira R$ 200 mil em dinheiro num saco plástico, que foi deixado na BR-158, próximo da ponte do rio Sucuriú. No início da noite, o empresário recebeu uma ligação informando o paradeiro dos filhos, que foram encontrados por volta das 22 horas em um terreno baldio de Três Lagoas. A família não quis atender a imprensa, mas segundo a polícia, os bebês passam bem.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;