Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Vazamento deixa 2 bairros a seco em S.Bernardo


Bruno Ribeiro e Daniel Trielli
Especial para o Diário

23/12/2005 | 08:12


  

Dois bairros de São Bernardo sofreram problemas na rede de água por conta de vazamentos nesta semana. No Parque das Garças, os vazamentos ocasionaram falta de água durante quatro dias na maior parte das ruas. Já no bairro Planalto, uma tubulação estourou em uma esquina, fazendo a água jorrar a uma grande altura, assustando os moradores. A Sabesp, empresa que administra o fornecimento de água no município, promete solucionar até o fim do dia de sexta-feira ambos os problemas.

No bairro Planalto, a rua afetada foi a Comandante Salgado Filho. A via ganhou um incômodo chafariz na manhã de quarta-feira. Uma tubulação de água estourou bem na esquina da rua, fazendo a água jorrar por quase dois metros de altura. A água bate em uma árvore na calçada e cai dentro do quintal de uma das casas. Diversos moradores estão revoltados com o desperdício.

“Há uma semana, mais ou menos, ouvíamos um barulho parecido com o de pipoca estourando neste pedaço da rua. No final da semana, apareceu uma pequena rachadura na pista, que foi aumentando. Um rapaz colocou um cabo de vassoura lá, para evitar que os carros passassem por cima do buraco. Ontem (quarta-feira), a tubulação estourou”, explica o estudante Renan Lucena, 15 anos, moradora da rua.

Uma vizinha, Joana Medeiros, afirma que a pressão da água, no início, foi tão forte que provocou rachaduras na parede da casa. “Já reclamei bastante, liguei diversas vezes para a Sabesp, mas ainda sem resultado. A Prefeitura apareceu aqui, mas os técnicos disseram que a solução não era com ela. Pelo menos o que está jorrando é água, não esgoto”, afirma.

A Sabesp teria dado o prazo de 24 horas para a solução do vazamento, de acordo com os moradores. O prazo foi encerrado no início da tarde de quinta-feira, sem que o problema fosse resolvido. A Empresa informa que o serviço será executado ainda nesta sexta-feira.

Parque das Garças – Outro bairro são-bernardense com problemas de encanamento é o Parque das Garças, em São Bernardo. Vários vazamentos foram registrados pelos moradores da região, que constantemente apresenta problemas com a água. Segundo o vigilante Lúcio Brito dos Santos, 40 anos, morador da rua Piauí, os buracos brotam pelas ruas. “A rede está toda estourada. Aqui na Piauí tem um buraco, na rua Ceará tem outro, rua Goiás, rua Minas Gerais... É um problema que já vem de tempos”, diz.

O vazamento da rua Piauí, em um buraco na altura do número 478, é o mais recente. Por causa dele, o bairro estava sem abastecimento de água havia quatro dias. Na tarde de quinta-feira, técnicos da Sabesp visitaram o local e fizeram reparos na rede. Mas para o pedreiro Vicente Inácio de Oliveira, 56, isso não é conforto. “A Sabesp vem aqui direto, mas nunca resolve. Acho que o trabalho deles deve ser bem ruim”, reclama. Santos concorda e diz que o serviço de quinta-feira não é suficiente. “Eles consertaram o da Piauí, mas os outros, nada”.

A companhia confirmou que a falta de água no bairro foi provocada por vazamento, cujo conserto causou a interrupção do abastecimento. Os serviços feitos na tarde de quinta-feira resultariam em normalização do serviço até a noite passada, segundo a Sabesp.

Os vazamentos do Parque das Garças não são recentes. Segundo Oliveira, faz quase um ano que o bairro tem problemas com abastecimento de água. “É normal estourar um cano e ficar um dia sem água. Água aqui é dia sim, três não”. A Sabesp informa que está em andamento um estudo para reduzir o número de problemas no Parque das Garças e que obras estão previstas para o primeiro semestre de 2006.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vazamento deixa 2 bairros a seco em S.Bernardo

Bruno Ribeiro e Daniel Trielli
Especial para o Diário

23/12/2005 | 08:12


  

Dois bairros de São Bernardo sofreram problemas na rede de água por conta de vazamentos nesta semana. No Parque das Garças, os vazamentos ocasionaram falta de água durante quatro dias na maior parte das ruas. Já no bairro Planalto, uma tubulação estourou em uma esquina, fazendo a água jorrar a uma grande altura, assustando os moradores. A Sabesp, empresa que administra o fornecimento de água no município, promete solucionar até o fim do dia de sexta-feira ambos os problemas.

No bairro Planalto, a rua afetada foi a Comandante Salgado Filho. A via ganhou um incômodo chafariz na manhã de quarta-feira. Uma tubulação de água estourou bem na esquina da rua, fazendo a água jorrar por quase dois metros de altura. A água bate em uma árvore na calçada e cai dentro do quintal de uma das casas. Diversos moradores estão revoltados com o desperdício.

“Há uma semana, mais ou menos, ouvíamos um barulho parecido com o de pipoca estourando neste pedaço da rua. No final da semana, apareceu uma pequena rachadura na pista, que foi aumentando. Um rapaz colocou um cabo de vassoura lá, para evitar que os carros passassem por cima do buraco. Ontem (quarta-feira), a tubulação estourou”, explica o estudante Renan Lucena, 15 anos, moradora da rua.

Uma vizinha, Joana Medeiros, afirma que a pressão da água, no início, foi tão forte que provocou rachaduras na parede da casa. “Já reclamei bastante, liguei diversas vezes para a Sabesp, mas ainda sem resultado. A Prefeitura apareceu aqui, mas os técnicos disseram que a solução não era com ela. Pelo menos o que está jorrando é água, não esgoto”, afirma.

A Sabesp teria dado o prazo de 24 horas para a solução do vazamento, de acordo com os moradores. O prazo foi encerrado no início da tarde de quinta-feira, sem que o problema fosse resolvido. A Empresa informa que o serviço será executado ainda nesta sexta-feira.

Parque das Garças – Outro bairro são-bernardense com problemas de encanamento é o Parque das Garças, em São Bernardo. Vários vazamentos foram registrados pelos moradores da região, que constantemente apresenta problemas com a água. Segundo o vigilante Lúcio Brito dos Santos, 40 anos, morador da rua Piauí, os buracos brotam pelas ruas. “A rede está toda estourada. Aqui na Piauí tem um buraco, na rua Ceará tem outro, rua Goiás, rua Minas Gerais... É um problema que já vem de tempos”, diz.

O vazamento da rua Piauí, em um buraco na altura do número 478, é o mais recente. Por causa dele, o bairro estava sem abastecimento de água havia quatro dias. Na tarde de quinta-feira, técnicos da Sabesp visitaram o local e fizeram reparos na rede. Mas para o pedreiro Vicente Inácio de Oliveira, 56, isso não é conforto. “A Sabesp vem aqui direto, mas nunca resolve. Acho que o trabalho deles deve ser bem ruim”, reclama. Santos concorda e diz que o serviço de quinta-feira não é suficiente. “Eles consertaram o da Piauí, mas os outros, nada”.

A companhia confirmou que a falta de água no bairro foi provocada por vazamento, cujo conserto causou a interrupção do abastecimento. Os serviços feitos na tarde de quinta-feira resultariam em normalização do serviço até a noite passada, segundo a Sabesp.

Os vazamentos do Parque das Garças não são recentes. Segundo Oliveira, faz quase um ano que o bairro tem problemas com abastecimento de água. “É normal estourar um cano e ficar um dia sem água. Água aqui é dia sim, três não”. A Sabesp informa que está em andamento um estudo para reduzir o número de problemas no Parque das Garças e que obras estão previstas para o primeiro semestre de 2006.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;