Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Luta pelo bi embala o Palmeiras na estréia da Libertadores


Angelo Verotti
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

08/03/2001 | 00:39


  Campeão em 1999 e vice em 2000. Com essa bagagem nada modesta, o Palmeiras estréia nesta quinta no Grupo 2 da Copa Libertadores da América tentando igualar-se a Cruzeiro, Santos, São Paulo e Grêmio no rol dos clubes brasileiros que conquistaram por duas vezes o título do torneio sul-americano. A equipe enfrenta o Universidad do Chile, às 21h40, no Parque Antártica, querendo provar que a recente mudança na comissão técnica – saiu Marco Aurélio e chegou Celso Roth – foi benéfica e que o grupo, ao contrário do que muitos torcedores afirmam, está unido em busca do tão sonhado objetivo.

Os jogadores acreditam que o Palmeiras pode repetir o sucesso de 1999, mas desde que não perca pontos em casa. “O importante é vencer os jogos em casa e beliscar alguns pontos fora”, observou o lateral-esquerdo Felipe, campeão da Libertadores pelo Vasco, em 1998.

Para o meia Alex, que disputou as duas últimas edições do torneio pelo alviverde, “chegou o momento do time e a torcida entrarem em harmonia”, numa referência à perseguição dos torcedores ao time por causa da péssima campanha no Paulista – está na 13ª posição, com seis pontos.

O técnico Celso Roth deverá promover a estréia do atacante Fábio Júnior na equipe. Ele irá substituir Tuta, barrado pelo treinador por deficiência técnica.

O Universidad já realizou duas partidas na competição. Perdeu na estréia em casa para o Cerro Porteño (Paraguai) por 2 a 0, mas, em seguida, recuperou-se ao vencer o Sport Boys também por 2 a 0, no Peru. O técnico César Vaccia não poderá contar com quatro titulares.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;