Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Shows revelam 'lado b' de Dolores Duran



21/08/2009 | 07:00


Em 23 de outubro de 1959, Dolores Duran chegou em casa às 7h e fez o seguinte pedido a sua empregada: "Não me acorde. Estou cansada. Vou dormir até morrer". Tendo seu desejo atendido pela doméstica, a cantora e compositora morreu dormindo, aos 29 anos, vítima de uma combinação fatal entre álcool, estresse e barbitúricos.

Hoje, quase 50 anos após sua morte, a obra de Dolores ganha os palcos paulistanos em uma justa homenagem. Amigos e familiares de Dolores se apresentam em três locais diferentes com um total de 42 canções no espetáculo "O Lado B" de Dolores Duran.

A proposta é dividir com o público a faceta menos lembrada da cantora, um lado B, de voz mais sorrateira e intimista, com versos bem pronunciados e coloquiais. Características de uma fase de Dolores que, ao lado de outros precursores, ajudaram a construir uma ponte de transição do samba-canção para a bossa nova.

Amanhã, às 18h, o Auditório do TRT (Av. Marquês de São Vicente, 235, 1º subsolo, Barra Funda. Tel.: 3113- 3651), recebe a sobrinha de Dolores, Izzy Gordon, e as contemporâneas da homenageada, Claudete Soares e Alaíde Costa. Além de sucessos como Estrada do Sol e My Funny Valentine, uma música inédita será apresentada por Alaíde Costa.

Sábado, às 12h30, na Praça do Patriarca, no Centro, as homenagens continuam nas vozes da irmã de Dolores, Denise Duran, Pery Ribeiro e Os Cariocas, com destaque para "Se É por Falta de Adeus", "Por Causa de Você" e "O Negócio é Amar".

Na terça-feira, dia 25, às 13h e às 19h30, no CCBB (Rua Álvares Penteado, 112, Centro. Tel.: 3113-3651), no Centro, as irmãs Soraya Ravenle, vencedora do Prêmio Shell de 1999, na categoria Melhor Atriz, com o musical Dolores, e Ithamara Koorax cantam joias como "Fim de Caso" e "A Noite de Meu Bem".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Shows revelam 'lado b' de Dolores Duran


21/08/2009 | 07:00


Em 23 de outubro de 1959, Dolores Duran chegou em casa às 7h e fez o seguinte pedido a sua empregada: "Não me acorde. Estou cansada. Vou dormir até morrer". Tendo seu desejo atendido pela doméstica, a cantora e compositora morreu dormindo, aos 29 anos, vítima de uma combinação fatal entre álcool, estresse e barbitúricos.

Hoje, quase 50 anos após sua morte, a obra de Dolores ganha os palcos paulistanos em uma justa homenagem. Amigos e familiares de Dolores se apresentam em três locais diferentes com um total de 42 canções no espetáculo "O Lado B" de Dolores Duran.

A proposta é dividir com o público a faceta menos lembrada da cantora, um lado B, de voz mais sorrateira e intimista, com versos bem pronunciados e coloquiais. Características de uma fase de Dolores que, ao lado de outros precursores, ajudaram a construir uma ponte de transição do samba-canção para a bossa nova.

Amanhã, às 18h, o Auditório do TRT (Av. Marquês de São Vicente, 235, 1º subsolo, Barra Funda. Tel.: 3113- 3651), recebe a sobrinha de Dolores, Izzy Gordon, e as contemporâneas da homenageada, Claudete Soares e Alaíde Costa. Além de sucessos como Estrada do Sol e My Funny Valentine, uma música inédita será apresentada por Alaíde Costa.

Sábado, às 12h30, na Praça do Patriarca, no Centro, as homenagens continuam nas vozes da irmã de Dolores, Denise Duran, Pery Ribeiro e Os Cariocas, com destaque para "Se É por Falta de Adeus", "Por Causa de Você" e "O Negócio é Amar".

Na terça-feira, dia 25, às 13h e às 19h30, no CCBB (Rua Álvares Penteado, 112, Centro. Tel.: 3113-3651), no Centro, as irmãs Soraya Ravenle, vencedora do Prêmio Shell de 1999, na categoria Melhor Atriz, com o musical Dolores, e Ithamara Koorax cantam joias como "Fim de Caso" e "A Noite de Meu Bem".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;